A familia moderna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DOSSIÊ
A Família moderna
Novas constituições e valores redesenham a estrutura familiar contemporânea e trazem para os divãs toda a complexidade dessas inovações

Lar, doce la r pós-modeno Partindo do ponto de vista da Psicanálise de Família e de suas abordagens clínicoteóricas, especialistas abordam a complexidade no seio familiar contemporâneo
Tempos modernos A nova estrutura familiar e anoção de casal servem de enlaces para o debate sobre a existência da família, agora livre das amarras da heterossexualidade e das exigências socioeconômicas que lhe serviu de alicerce por tantos séculos
Programados para arrasar Das triviais aulas de artes e músicas às sofisticadas aulas de etiqueta, passando, claro, pelos diversos cursos de idiomas, a "fórmula da agenda lotada" já se consagrouentre os pequenos, mas será que isso já é o sucesso refletindo em suas vidas?
É com grande satisfação que iniciamos este dossiê para abordar o tema das famílias contemporâneas. Sabemos das inúmeras alterações ocorridas no conceito e na estruturação da família, ocorridas no último século. Entramos no século XXI tendo de encontrar novas formas de lidar com os problemas gerados no seio dessas novasfamílias e é esse o enfoque central que buscamos dar a esse material.


Sergio Eduardo Nick é psiquiatra e psicanalista, secretário geral da Federação Brasileira de Psicanálise (Febrapsi) e chair do Comitê de Informação Pública da International Psychoanalytical Association (IPA)
É importante destacar que todos os que hoje intervêm na clínica psicanalítica contemporânea têm nos alertado para aenorme gama de questões que demandam um olhar atento e cuidadoso, conforme ficou explicitado recentemente no 46º Congresso da Associação Psicanalítica Internacional (IPA), em Chicago.
Em primeiro lugar, cabe lembrar que a partir das enormes mudanças oriundas do capitalismo avançado, entre elas o consumismo e comunicação de massa; questionamento da autoridade paterna e do Estado; individualismo enarcisismo; Psicologismo; avanço técnico-científico com as fertilizações in vitro, barrigas de aluguel, células-tronco, globalização; entre outros fatores, o sujeito se viu envolvido em fortes transformações que atingem sua forma de estar no mundo.
Novas patologias como as bulimias, anorexias, obesidade, compulsões, drogadição, suicídios e a violência mostram que o sujeito contemporâneo está muitomais para o "borderline" do que o neurótico descrito por Freud. Isso não só denota uma alteração na estruturação do sujeito, como também nos faz mirar de forma diferente a família pós-moderna, com suas idiossincrasias e transformações. Assim, não é só o capitalismo avançado que demanda esse sujeito "borderline"; é a família atual que tende a construí-lo!
Senão vejamos: vivemos numa era em que otempo é escasso, os níveis de afetividade no seio da família sofrem diversos constrangimentos (divórcios, famílias ampliadas, redução do número de filhos), a tríplice jornada da mulher e do homem reduz enormemente sua disponibilidade para cuidar da prole, redundando em uma família em que as relações de parentesco se tornaram bastante complexas.
A nós, psicanalistas, só resta entender toda essatransfiguração e buscar dar aos que sofrem apoio para se adaptar a essa nova ordem. Tentamos oferecer um acolhimento que permita a construção de uma mente capaz de abrigar minimamente a torrente de emoções, pensamentos e fantasias próprias do ser humano.
Nesse sentido, buscamos, com os trabalhos apresentados aqui, mostrar o que vem surgindo em nossos consultórios, nas escolas, e no dia a dia de cadacriança. Pensamos que a partir desse diálogo com outros ramos do saber é que poderemos encontrar novas formulações teóricas, novas propostas terapêuticas, e assim ajudar o homem pós-moderno em suas crises no viver.


A nova estrutura familiar e a noção de casal servem de enlaces para o debate sobre a existência da família, agora livre das amarras da heterossexualidade e das exigências...
tracking img