A eu nao sei nada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (276 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
De acordo com o capitão Wesley Nunes Reis do corpo de bombeiros,a fiscalização em boates é intensificada entre meses de dezembro e fevereiro.Nesses locais,o principalfoco da fiscalização são as saídas de emergências,em função da concentração de pessoas.

Por exemplo:uma pista de dança de 500 metro quadrados pode comportar mil pessoase precisa ter uma saída de emergÊncia de 5 metros,sendo que para alcançar a saída as pessoas devendo percorrer no maximo 20 metros.Ou pode haver mais saídas,todasdevidamente sinalizadas,distribuidas de forma que as pessoas consigam chegar a uma area segura com no maximo 20 metros de percurso ,explica.

Em relação aos extintores deincendio,o capitão afirma que eles nem sempre ficam em lugar visivel porque,em caso de tumulto,podem se transformar em uma arma.

Em geral,os extintores ficam em um localmais discreto para ser utilizado pelos funcinários do estabelecimento.A legislação dos bombeiros não exige que os funcionarios sejam treinados,contudo,segundo o capitão,há uma norma do ministerio do trabalho que diz que todos os locais precisam ter pessoas treinadas para atuar em caso de emergencia.”Só que essa fiscalização não compete aocorpo de bombeiros e sim ao ministerio do trabalho e delegacias “.

A utilização de qualquer artefato pirotécnico,mesmo que seja proprio para utilização dentro deambientes fechados,é terminantemente proibida em boates,segundo a legislação do estado.

O bombeiro resalta que as normas valem para todos os locais de concentração depessoas,como igrejas,auditorios e cinemas.



http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2013/01/apos-tragedia-no-sul-bombeiros-levantam-situacao-de-boates-no-es.html
tracking img