A escrita infantil o caminho da construção

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2283 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do Livro: A Escrita Infantil – O caminho da Construção.

Autor: Maria da Glória Seber.

INTRODUÇÃO.

Este livro tem como objetivo principal proporcionar ao educador o conhecimento sobre a aprendizagem da criança, referente ao sistema representativo da escrita, alem de permitir que o leitor tenha acesso a situações de dentro de sala de aula e experiências vivenciadas porprofessores.



























CAPITULO I

- Da Indiferenciação a diferenciação do grafismo do desenho e da escrita.
A criança constrói suas idéias a respeito da escrita antes mesmo de iniciar o período escolar, no meio social ela se depara com varias situações onde a escrita esta presente como: placas de transito, cartazes, jornais, rótulos deprodutos, televisão, etc, todo esse material desperta a curiosidade infantil.
O educador deve avaliar qual o conhecimento que a criança já tem sobre a escrita para poder iniciar o processo de ensino aprendizagem, é importantíssimo o educador notar pequenos rabiscos ou desenhos que a criança possa fazer nas atividades, esses rabiscos ou desenhos expressa as intenções dos produtores, algumas vezesas notações que rodeiam as figuras desenhadas são explicadas pelas crianças como sendo algo escrito.

- A importância das trocas lingüísticas.
A linguagem oral e a escrita são dois sistemas inventados pelo homem para representar idéias, ao interagir com a criança o adulto acaba estimulando-a a formar conhecimentos tanto oral como escritos, quando a criança vive situações sociais dedialogo, em bem pouco tempo ela domina a língua o suficiente para se expressar com desembaraço e compreender o que lhe é dito, isso também ocorre com a escrita, à medida que os contatos com situações de escrita se intensificam, o material gráfico se transforma em algo que desperta sua atenção.

- Avanços conceptuais da escrita.
- O papel do professor.
O professor deveter uma postura intermediaria, que cria condições propicias para que a criança aprenda, estimulando a produção gráfica da criança e atue como seu interlocutor, compete ao professor compreender o que a criança quis expressar graficamente.

- As manifestações iniciais da escrita.
Quando a intenção é desenhar, as crianças constroem figuras, se a intenção é escrever, elas fazem traçoscontínuos, mesmo só fazendo rabisco, a criança já tem a intenção de escrever algo. Havendo uma atuação pedagógica direcionada para uma participação ativa da criança em situações envolvendo escrita e leitura, a criança formará novos conhecimentos no processo de ensino aprendizagem.

CAPITULO II

- O processo evolutivo do grafismo da criança.
A maioria dos professores nunca imaginouque linha continua serrilhada seria o inicio da escrita, ao focalizar a escrita do ponto de vista do seu processo de aquisição, a nossa atenção se volta para a ordem de sucessão das aquisições, por isso, torna-se essencial questionar critérios como idade ou nível de maturação, a progressão regular das condições se dão a partir do desenvolvimento, cronologia, nível de maturação e controle motor.- Condições de produção das formas gráficas iniciais.
Quando o professor investiga as primeiras tentativas da criança de aproximar formas gráficas de letras, ele percebe que a criança manifesta na escrita do próprio nome e também em outras, é essencial que a criança acredite na própria capacidade de construir e organizar informações abstraídas de diferentes situações vividas, nasquais escrita e leitura estão presentes.

- Cópia e escrita sem cópia.
Ao fazer qualquer reprodução de um modelo, a criança manifesta algo interno, em maior ou menor medida ajustado a esse modelo, sendo assim a copia se aproxima daquilo que já existe construído na cabeça da criança.
À medida que a criança continua agindo sobre o material gráfico e que as influencias exteriores...
tracking img