A escola na contemporaneidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1587 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG
FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE DIVINÓPOLIS – FUNEDI
INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE DIVINÓPOLIS – ISED

CURSO DE PEDAGOGIA - 5° PERÍODO





A ESCOLA NA CONTEMPORANEIDADE: UM OLHAR A PARTIR DA SALA DE AULA









ALUNA: PRISCILA CAROLINA PEREIRA







DIVINÓPOLIS, 08 DE JUNHO DE 2011.
ALUNA: PRISCILA CAROLINA PEREIRAA ESCOLA NA CONTEMPORANEIDADE: UM OLHAR A PARTIR DA SALA DE AULA
















Artigo apresentado à professora Regina Aparecida de Morais, como requisito parcial para obtenção de créditos, na disciplina Seminário V.













DIVINÓPOLIS, 08 DE JUNHO DE 2011.
A ESCOLA NA CONTEMPORANEIDADE: UM OLHAR APARTIR DA SALA DE AULA

Priscila Carolina Pereira
Graduanda do 5° período do curso de Pedagogia INESP/ISED


RESUMO: Análise da educação contemporânea diante de dois grandes desafios que afligem os professores atualmente: a indisciplina e a violência que a cada dia tomam proporções maiores, desafiando os professores e suas práticaseducacionais. Apresenta-se neste artigo qual é o papel do professor diante desses desafios.


PALAVRAS CHAVES: Educação – violência – indisciplina.

INTRODUÇÃO

O professor enfrenta vários desafios para conseguir cumprir seu papel na sala de aula. Uma das maiores dificuldades é a indisciplina que aparece não só nas escolas como nas universidades. Seria um problema somente do aluno? Ou osprofessores têm uma parcela de contribuição para que essa indisciplina ocorra dentro de suas salas de aula? Além disso, contamos com outro desafio que permeia nossas escolas: a violência. Talvez seja ela a grande responsável de quase todos os problemas educacionais na atualidade. É nesse sentido, com o objetivo de discutir quais os maiores problemas que bloqueiam a educação de qualidade hoje nasnossas escolas, que discutiremos de maneira esclarecedora o ponto de vista de TAILLE (2002), que ilustra muito bem a questão que estamos enfocando em seu livro “Violência na escola: pequena pauta para reflexão”. Também não podemos deixar de enfatizar a importância de AQUINO (1998), com sua obra excepcional que nos dá suporte para um estudo aprofundado sobre “A indisciplina e a escola atual”.
Buscamosneste texto, analisar todas essas questões, definindo o papel dos educadores frente a esta sociedade contemporânea em que vivemos.

A INDISCIPLINA NA ESCOLA ATUAL

O fracasso escolar está associado muitas vezes pela indisciplina do aluno, o aluno não presta atenção nas aulas, só conversa, atrapalha o próprio rendimento e o dos colegas que estão a sua volta. Estas são as maiores queixas queouvimos de professores que tem em sua sala de aula alunos indisciplinados e não sabem mais o que fazer com essa situação. Quando este episódio acontece o professor se sente desmotivado para aplicar sua prática docente, bem como os alunos que se sentem desprezados por serem taxados de indisciplinados e fracassados. Com isso, há uma grande possibilidade de desencadear dois grandes problemas: ofracasso e a evasão escolar.
Segundo Aquino (1998),


“Ao eleger o aluno-problema como um empecilho ou obstáculo para o trabalho pedagógico, a categoria docente corre abertamente o risco de cometer um sério equivoco ético, que é o seguinte: não se pode atribuir à clientela escolar a responsabilidade pelas dificuldades e contratempos de nosso trabalho, nossos ‘acidentes depercurso’.”


A afirmação de Aquino nos remete ao pensamento de que a “culpa” da indisciplina não está totalmente no aluno. O professor, como qualquer outro profissional tem dificuldade de perceber o próprio erro, ou às vezes percebe, mas não é capaz de assumir.
Na verdade, os professores precisam repensar sua prática, reorganizar seus planos de aula, renovar suas metodologias.

Quando falamos...
tracking img