A escla fisiocrata

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5220 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Escola Fisiocrática
Quando os fisiocratas iniciaram a sua atividade teórica, a economia política ainda não estava separada da política econômica – era ainda, e apenas, um capítulo da arte do governo. Com os fisiocratas termina a época dos percursos e inicia-se a época dos fundadores da ciência econômica. Assim, os fisiocratas foram não só uma escola de pensamento econômico, como uma escola deação política. A ideologia fisiocrática inspirou algumas páginas da Enciclopédia, de Diderot, e alguns aspectos da Revolução Francesa de 1789.
Dupont de Nemours definiu a fisiocracia como a ciência da ordem natural. A doutrina fisiocrática faz parte da família dos sistemas de direito natural; os autores fisiocratas pretendem construir não só um sistema econômico, mas uma sociologia geral. A suanoção de ordem natural significava simplesmente que eles consideravam que as sociedades humanas eram regidas por leis naturais como as que governam o mundo físico e a vida de qualquer organismo. Na “Introdução às obras de Quesnay”, Dupont de Nemours diz: “A ordem natural é a constituição física dada por Deus ao universo”. Mas os estudos dos fisiocratas não explicam os fenômenos econômicos poranalogias circunstanciais ou artificiais com as ciências da natureza: fundamentam-se em fatos e utilizam argumentos de natureza econômica.
Esta constituição física dada por Deus ao universo, esta ordem natural, é uma ordem providencial. Segundo Quesnay, as leis da ordem natural não restringem a liberdade do homem e são a melhor condição dessa liberdade. Precisamente porque esta ordem natural tem umcaráter providencial, supranatural, é que ela se apresenta aos fisiocratas como evidente, universal e imutável. Era a mesma para todos os homens e para todos os tempos. Não basta conhecer esta ordem natural, é preciso obedecer-lhe. Mas isso não oferece qualquer dificuldade, dado que a ordem natural é evidentemente a mais vantajosa para o gênero humano, diz Baudeau. Cada indivíduo saberá, natural elivremente, encontrar o caminho que lhe é mais vantajoso. É desnecessária qualquer coação social. O homem não deve intervir nesta ordem natural. Sem a sua intervenção, o mundo marcha por si mesmo. É a doutrina do laisser faire, que não significava, todavia, que um governo nada tivesse a fazer: cabia-lhe suprimir os entraves criados à ordem natural, assegurar a propriedade e a liberdade, descobriras leis naturais e ensiná-las.
Os fisiocratas consideram que os resultados da livre concorrência não podem deixar de ser benéficos; refutam a ideia de uma balança de comércio favorável porque entendem que a acumulação da moeda num país faz subir naturalmente os preços; afirmam que as tarifas alfandegárias protecionistas são muitas vezes prejudiciais ao país que as estabelece.
Para os fisiocratas,só a agricultura é produtiva, dado que só a agricultura tem a possibilidade de produzir uma quantidade de riqueza superior à que consome. Consideravam estéreis tanto a indústria como o comércio. Entendem que só pode ser legitimamente considerado como riqueza o excedente que esta riqueza representar em relação ao consumo de riqueza que aqueles encargos representam. Ao excedente obtido na operaçãoprodutiva deram os fisiocratas o nome de produto líquido. Este produto líquido é exclusivo da produção agrícola. Só a agricultura cria realmente riqueza, porque nela ao trabalho produtivo se junta a fecundidade da terra: Deus é o único produtor (Dupont). O comércio e a indústria são classes estéreis na medida em que ganham, mas não produzem. Verdadeiramente, só a agricultura produz e nem mesmo aprópria exploração mineira oferece um produto líquido semelhante ao da agricultura.
Os fisiocratas, que definiram riqueza como a totalidade dos bens comercializáveis produzidos anualmente (Quesnay), estabeleceram uma síntese teórica da distribuição dos rendimentos: pretenderam demonstrar que as riquezas circulam na sociedade por elas próprias, de uma classe para a outra. Quesnay distinguia três...
tracking img