A entrada da mulher no mercado de trabalho e as repercussão deste fato nas novas formas de relacionamentos conjugais e familiar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2328 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A ENTRADA DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO E AS REPERCUSSÃO DESTE FATO NAS NOVAS FORMAS DE RELACIONAMENTOS CONJUGAIS E FAMILIAR

Alberto Barreto¹
Fransuellen Vital¹
Nataniela Pereira¹
Silvana Martins¹
Pábula Thais Lima²

RESUMO
A entrada da mulher no âmbito do trabalho traz repercussões na organização e na estrutura de funcionamento familiar, levando à proposição de novas configurações,arranjos familiares com interferências diretas na relação mãe-filho e na dinâmica familiar. Um dos principais desafios para a mulher está em conciliar tempo para tarefas domésticas, acadêmicas, trabalho externo e poder permanecer com os filhos, de forma a ser possível estabelecer um vínculo afetivo harmonioso e consistente. Nesse sentido, é possível dizer que na vida conjugal os papéisdesempenhados pelo homem e pela mulher tem se confundido cada vez mais, e que a configuração familiar tem-se delineado diferentemente da estrutura familiar tradicional pois hoje a diferenciação de gênero vem cada vez mais se dissolvendo.
Palavras–chaves: Mulher , Mercado de trabalho, Casamento,Modernidade, Família .

1 INTRODUÇÃO
As informações contidas neste artigo foram coletadas com base em pesquisas bibliográficas, e tem como finalidade mostrar que houve mudanças na ideologia do patriarcado no qual o homem mantinha a casa era chefe e figura superior no seio da sua família; essa ruptura se deu segundo PROBST :
[...] de fato com as I e II Guerras Mundiais (1914 – 1918 e 1939 –1945, respectivamente), quando os homens iam para as frentes de batalha e as mulheres passavam a assumir os negócios da família e a posição dos homens no mercado de trabalho ... Mas a guerra acabou. E com ela a vida de muitos homens que lutaram pelo país. Alguns dos que sobreviveram ao conflito foram mutilados e impossibilitados de voltar ao trabalho. Foi nesse momento que as mulheres sentiram-sena obrigação de deixar a casa e os filhos para levar adiante os projetos e o trabalho que eram realizados pelos seus maridos. (2003, p. 2)
A mulher começou a lutar pelos seus direitos, e a buscar igualdades perante os homens, e todas essas afirmações mudaram as formas conjugais contemporâneas. A construção do matrimônio com relação de amor adquire hegemonia nas sociedades atuais, trazemos aarena empírica o debate sobre a sentimentalização da conjugalidade e a crescente complexidade promovida pelos processos de individualização.
Do amor, principio orientador das relações familiares, dependeria a reciprocidade e a dadiva, organizadas contra a logica de mercado imperante na esfera pública e contra os rígidos códigos de uma família, instituição voltada para a sobrevivência material dogrupo, fortemente hierarquizada e subordinada ao poder inquestionável do patriarca.
Mediante a força transformadora do amor, legitimaram-se novas conexões entre instituição e individuo, passando a predominar lógicas individualizadas que foram minando o holismo das sociedades tradicionais. Dumont(1985) vai ainda mais longe chamando ao amor “ilha encantada”, o único momento em que é possívelsuspender a dominação masculina. O único momento em que os indivíduos são únicos e iguais, rompendo com as forças poderosas do englobamento e da subordinação.
2 A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO
A mulher através dos seus esforços está ganhando cada vez mais destaque no mercado de trabalho, preenchendo vagas antes ocupadas pelos homens e se firmando nas mesmas e isso vem ocorrendo em vários países,algumas pesquisas recente como a que foi feita segundo PROBST (2003, p.3) pelo Grupo Catho mostrou que elas ainda sofrem um certo preconceito em relação aos salários pois geralmente nota-se que em funções similares a delas os homens tendem a ganhar um salário maior, porém essa realidade vem mudando; é interessante observarmos também que a quantidade de tempo que a mulher frequenta a escola é...
tracking img