A eficaciada equoterapia em criancas com simdrome de down

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1149 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A EFICÁCIA DA EQUOTERAPIA NO TRATAMENTO DO EQUILÍBRIO PSICOMOTOR DE CRIANÇA PORTADORA DE SÍNDROME DE DOWN

Maria Isabel Alves Silva Guajajara
Priscila Vieira Araujo

RESUMO

O individuo com síndrome de down apresenta varias limitações físicas e mentais, tais como diminuição do tônus muscular, mãos menores com dedos mais curtos, aumento do peso corporal e comprometimento intelectual. Aequoterapia é uma técnica terapêutica que se baseia na utilização do cavalo como instrumento de trabalho. Este estudo visa destacar a possibilidade do uso de equoterapia para estimular à motricidade da criança portadora de Síndrome de Down, respeitando seu limite pessoal e observando seu potencial de desenvolvimento.
Palavras chave: equoterapia, estudo, criança, síndrome de down.

ABSTRACT

Theindividual with Down syndrome presents various physical and mental limitations, such as decreased muscle tone, smaller hands with shorter fingers, increased body weight and intellectual impairment. The hippotherapy is a therapeutic technique that is based on use of the horse as a working tool. This study aims to highlight the possible use of equine therapy to stimulate the motor skills of childrenwith Down Syndrome, respecting their personal limit and observing their development potential.
Keywords: equine therapy, study, child, down syndrome.
1. INTRODUÇÃO
A equoterapia auxilia na normalização do tônus muscular e melhora o equilíbrio por meio da andadura do cavalo. A terapêutica utilizando o cavalo, oferece um movimento tridimensional, variável e repetitivo. A grande variedadedesses movimentos propicia reabilitação, pois são varias as informações sensórias que serão passadas ao paciente, e que podem ser associadas a outras técnicas terapêuticas.

Durante seu deslocamento o cavalo produz um movimento tridimensional nos sentidos vertical (para cima e para baixo), horizontal (para frente e para trás), e lateral (para direita e para esquerda). Estes movimentos sãosubmetidos para os praticantes. (LADISLAU; REIS; MATOS, 2000; MACHADO,2004).
A Síndrome de Down ou Trissomia do 21 é caracterizada por retardo mental de grau variável . É a doença cromossômica mais observada não só na população, como entre crianças de faixas etárias semelhantes. Podendo ocorrer em qualquer nível social ou etnia. Em geral pode ser diagnosticada ao nascimento ou logo após, por suascaracterísticas dismórficas que variam entre os pacientes, mas obtem um fenótipo distintivo (MATOS et al, 2006).
Porém, sabemos que os portadores de SD apesar de apresentarem algumas restrições podem levar uma vida normal e realizar atividades diárias como qualquer outra pessoa, e que por meio de estímulos adequados podem se desenvolver.
2. A EQUOTERAPIA UTILIZADA NO DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR
Oequilíbrio é dividido em aptidões estáticas e dinâmicas, o que inclui o controle da postura e o desenvolvimento das aquisições de locomoção.
A parte dinâmica do equilíbrio é aquela conseguida com o corpo em movimento.
O equilíbrio estático é a habilidade capaz de aguentar qualquer posição do corpo contra a gravidade.
A porção estática do equilíbrio é um dos atributos mais necessários para odesenvolvimento humano, já que com ele pode-se estar parado e ainda ter como usar outras habilidades psicomotoras.
“Vários estudos já foram realizados neste sentido e atestaram a importância do desenvolvimento psicomotor e cognitivo desde a primeira infância, já que o desenvolvimento psicomotor é de grande importância inclusive para o aprendizado da leitura e escrita e que as crianças com nívelsuperior de desenvolvimento conceitual e psicomotor são as que apresentam os melhores resultados escolares.” SILVEIRA. Psicomotricidade. Disponível em: <http://artigos.netsaber.com.br/resumo_artigo_23016/artigo_sobre_psicomotricidade>. Acesso em: 29 de maio 2012.
A maior parte crianças com a síndrome de down sentam e levantam sem apoio aproximadamente 10 meses mais tarde do que as crianças com...
tracking img