A educação inclusiva e o aluno com deficiência visual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 12 (2991 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 15 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA
ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL E EDUCAÇÃO INCLUSIVA

A EDUCAÇÃO INCLUSIVA E O ALUNO COM DEFICIÊNCIA VISUAL

AMANDA BOTTARO – RU: 568198
ANDRÉIA M.OSHIRO – RU: 568206

DESCALVADO

2010

INTRODUÇÃO

O presente trabalho tem como objetivo principal ampliar os conhecimentos sobre a deficiência visual e a escola inclusiva, realizando umadiscussão a respeito dos pressupostos teóricos e metodológicos que orientam as políticas educacionais nesta área atualmente. Deste modo, apresentando o conceito, as características e apontando os ajustes curriculares necessários para a aprendizagem dos alunos deficientes visuais.
O estudo proposto é de suma importância para a formação dos educadores inseridos no meio escolar, principalmenteporque qualifica e auxilia a prática educativa, além de nortear todo o trabalho pedagógico vinculado à educação inclusiva.
A metodologia utilizada neste trabalho envolveu pesquisa bibliográfica sobre o assunto e análise qualitativa das informações coletadas.
Portanto, os principais conteúdos abordados aqui, tratarão sobre a inclusão de indivíduos com deficiência visual na escola, sobre seudesenvolvimento intelectual e social, além de relatar a realidade existente nas instituições, que infelizmente, é muito diferente do que deveria ser, pois muitas vezes a inclusão torna-se uma real exclusão.

DESENVOLVIMENTO

Segundo a lei no 9394/96, capítulo V, art.58, entende-se por educação especial, a modalidade de educação escolar, oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, paraeducandos portadores de necessidades especiais.
Porém, antes da existência desta lei, a inclusão escolar sofreu várias mudanças.
A história das crianças que possuem algum tipo de deficiência vem ao longo do tempo alcançando grandes conquistas.
Na Grécia Antiga, as crianças portadoras de deficiências físicas e /ou mental, eram assassinadas ou abandonadas pelos pais porque o governo não aceitavaindivíduos deformados ou julgados monstruosos. Com o passar do tempo, tais pessoas passam ser aceitas, mas o preconceito continua.
Em 1932, surge no Brasil a 1ª instituição que atendia a essas crianças. Era a sociedade Pestalozzi de Belo Horizonte, que dava assistência a educandos considerados excepcionais e que necessitavam de um atendimento psicológico, clínico e educacional.
Depois daSociedade Pestalozzi, surgem as APAEs e AACDs.
A educação especial, num 1º momento é vista como a “salvação” para as crianças que não acompanhavam uma classe normal, porém, para alguns, a educação especial nada mais é do que uma prática segregacionista, onde as crianças eram deixadas de lado.
Segundo a Constituição Federal, capítulo III, seção I, artigo 205, a educação é direito de todos e deverdo Estado. O MEC direciona a educação inclusiva a todos os indivíduos: brancos, negros, pobres e deficientes, mas tem um sentido único à Educação Especial. Muitas vezes, “colocar junto”, não significa integrar ou incluir e sim o contrário, pois parece uma integração selvagem e, em alguns casos, as crianças especiais estão em escolas regulares e recebem atenção de outra professora e atividadesdiferentes.
Segundo a Declaração de Salamanca, quanto à inclusão, as agências financiadoras internacionais que são responsáveis pela Conferência Mundial em Educação para Todos (UNESCO, UNICEF, UND e o Banco Mundial);possuem o objetivo de desenvolver a escola inclusiva e apoiar o progresso e desempenho da educação especial como parte inclusa em todos os programas educacionais.
Entende-se que ainclusão significa originariamente abranger, compreender, envolver, implicar, incluir... porém tem sido um grande desafio atingí-la plenamente.
Assim como a educação inclusiva sofreu mudanças durante o decorrer dos anos, o ensino para os deficientes visuais também ultrapassou inúmeras mudanças durante a história da educação.
No Brasil, na época do Império, começava-se a perceber a grande...
tracking img