A economia brasileira na década de 80: consequências da crise da dívida externa, inflação e crise do estado

1
A Economia Brasileira na Década de 80: consequências da crise da
dívida externa, inflação e crise do Estado
ANTÓNIO JORGE FERNANDES, CASSIANO PAIS
Universidade de Aveiro, Departamento deEconomia; Gestão e Engenharia Industrial – 3810-
193, Aveiro-Portugal
INETI- Instituto Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial, DMS- Departamento de Modelação e Simulação, 1649-038 Lisboa-PortugalResumo
A interrupção na década de oitenta, de uma longa história de crescimento que caracterizava o Brasil, é resultado de um amplo conjunto de causas entre as quais, o peso insustentável dadívidaexterna, o imobilismo gerado por uma excessiva protecção à indústria nacional, o fracasso dos programas de estabilização no combate à inflação e o esgotamento de um modelo de desenvolvimento, baseadofundamentalmente na intervenção generalizada do
Estado na economia, esgotamento esse assente na crise do Estado brasileiro que diminuiu sensivelmente a sua capacidade de investimento, retirando-lhe ogrande papel de principal promotor do desenvolvimento.
No entanto, é no seu aspecto financeiro que a crise se torna mais aguda, levando a economia a uma espiral inflacionária, que provocou uma quedanos níveis de poupança do sector público, criando um ambiente de incertezas que dificultou a retomada dos investimentos e continua a provocar o alargamento dos desníveis sociais, com conseqüênciasimprevisíveis no futuro.
A partir de 1979, o padrão de crescimento baseado no financiamento externo ou estatal, através do investimento directo do Estado ou do investimento privado subsidiado, que tinhaprevalecido durante a década de 70, entrou em crise, quando o fluxo de financiamento externo líquido cessou em 1982.
Assim é que, em razão da crise nacional que se segue, emerge uma questão políticabásica, que é a de que nos anos oitenta, o Brasil perdeu o controlo do seu destino. Três fatores contribuíram decisivamente para isso, frustrando os intentos de colocar o país na trajetória do...