A dominação weberiana na gestão da na polícia judiciária

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS
DIRETORIA DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA
DISCIPLINA PÚBLICO E O PRIVADO NA GESTÃO PÚBLICA

Dissente: EVALDO DEOLIVEIRA GOMES

A DOMINAÇÃO WEBERIANA NA GESTÃO DA NA POLÍCIA JUDICIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS
INTRODUÇÃO
A obra de Max Weber defende o fim do patrimonialismo na administração pública, redundandonos ideais burocráticos, que adotam procedimentos como o concurso público, licitações, controle externo etc. No Brasil, tais preceitos doutrinários foram absorvidos pelo nosso ordenamento jurídico coma Constituição de 1988. Ressalte-se que o termo burocracia não está sendo empregado em seu sentido pejorativo, que lembra algo que não funciona. Tratamos de forma técnica idealizada por Weber, como deuma administração pública profissionalizada, eficiente e ética.
Apesar de abraçados pela Carta Magna, tais ideais ainda não são reflexo da maquina estatal pátria. Nepotismo, clientelismo, corrupção,licitações e concursos públicos fraudados, terceirizações ilícitas, tráfico de influências. Tudo isso é uma realidade na gestão pública municipal, estadual e brasileira. Não estamos no ápice dopatrimonialismo do período absolutista. Também há menos corrupção do que no último período ditatorial militar, em que havia corrupção e os denunciantes poderiam ser aniquilados. Mas sem dúvida se nãotivéssemos passado pelo período neoliberal-gerencial que até hoje influencia nossa administração pública, poderíamos estar em grau ainda mais avançado de luta contra o patrimonialismo.
METODOLOGIA:
Apesquisa realizada foi do tipo descritivo, usando coleta de campo. Foi elaborada com base no método de abordagem indutivo, realizada através de pesquisa qualitativa. Como técnica de procedimento, foiadotada a pesquisa de campo, através da técnica da entrevista, sendo esta do tipo estruturada. Foi formulado um roteiro de entrevista para os entrevistados, num total de cinco, todos Delegados de...