A doença de alzheimer - degeneração cerebral na pessoa idosa

Páginas: 33 (8235 palavras) Publicado: 8 de outubro de 2011
FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS – ESUDA
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM NEUROPSICOLOGIA

A DOENÇA DE ALZHEIMER: DEGENERAÇÃO CEREBRAL NA PESSOA IDOSA

AURIANE ALZIRA DOS SANTOS
JACQUELINE FELICIANO DOS SANTOS
JULIANA PATRÍCIA DA SILVA
MARIA IRENE
MARIA SALVINA DOS SANTOS

Recife, 2008

AURIANE ALZIRA DOS SANTOS

JACQUELINE FELICIANO DOS SANTOS

JULIANA PATRÍCIA DA SILVA

MARIA IRENEMARIA SALVINA DOS SANTOS

A DOENÇA DE ALZHEIMER: DEGENERAÇÃO CEREBRAL NA PESSOA IDOSA

Trabalho pedido pelo professor Fábio Torres Cunha como avaliação de conclusão da disciplina do 4º módulo, Neuroanatomia e Neurofisiologia, no curso de Neuropsicologia.

Recife, 2008.

INTRODUÇÃO

Caminhar pelo campo daneuropsicologia desperta uma imensa curiosidade relacionada às neurociências e suas respectivas áreas. Um estudo mais aprofundado acerca da neuropsicologia, e ainda delimitando para os neurônios e doenças degenerativas, ensejou o interesse pelo seguinte tema: A doença de Alzheimer: degeneração cerebral na pessoa idosa. Sendo assim, a idéia central é articular os conceitos básicos da neuropatologia,neurofisiologia e neuropsicologia de modo a tentar expor de maneira simples um tema tão complexo.
Os neurônios são células características do sistema nervoso central que possuem a capacidade de estabelecer conexões entre si quando recebem estímulos advindos do ambiente externo ou do próprio organismo. Essas conexões são responsáveis por tudo o que somos. Por nossa personalidade, modo de agir,pela forma que nosso corpo vai adquirindo no transcorrer da vida. Os neurônios são constituídos basicamente por um corpo celular de onde saem os dendritos, filamentos ramificados que recebem a informação, e pelos axônios especializados na condução dessa informação para o neurônio seguinte. Uma vez estimulados, os neurônios geram impulsos de natureza elétrica e liberam íons e substâncias químicasque lançadas nas sinapses (espaços vazios entre um neurônio e outro) estabelecem ligações entre eles. A cada novo estímulo, a rede de neurônios se recompõe e reorganiza-se, o que possibilita uma diversidade enorme de respostas. Os seres humanos têm uma capacidade de planejamento que nenhum outro animal possui, sendo capaz de planejar, organizar, esquematizar, projetar, e etc.
A doençade Alzheimer é causada por lesões cerebrais específicas que vão matando um certo número de neurônios e sinapses por dia.
Técnicas de reabilitação de memória em pacientes com demências, a doença de Alzheimer, ou tratamento individual, contendo, ainda, avaliação pré e pós-tratamento são pontos a serem discutidos neste trabalho. A reabilitação neuropsicológica gera benefícios e melhora aqualidade de vida dos pacientes idosos com Doença de Alzheimer, principalmente quando aliada á medicamento anticolinesterásico.

DESENVOLVIMENTO

A Doença de Alzheimer (DA), também conhecida como demência senil tipo Alzheimer, é a mais comum patologia que cursa com demência. E o que vem a ser demência? Popularmente, conhecida como esclerose ou caduquice, a demência apresenta comocaracterísticas principais: problemas de memória, perdas de habilidades motoras (vestir-se, cozinhar, dirigir carro, lidar com dinheiro...), problemas de comportamento e confusão mental. As demências estão constituindo um sério problema de saúde pública em todo o mundo. Hoje temos, no mundo, 18 milhões de idosos com demência, sendo 61% deles em países do terceiro mundo. Daqui a 25 anos terão 34milhões de idosos nesta situação e a grande maioria (71%), nos países mais pobres. (Augusto Simões, 2006).
É importante ressaltarmos que no documento intitulado “Saúde do Idoso” do Ministério da Saúde estima que em números absolutos, há atualmente no Brasil cerca de 450 a 600 mil idosos dementes, cerca de 15 a 20 mil mortes como conseqüência da doença de Alzheimer a cada ano e 115 mil...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Prevenção ao adoecimento do familiar cuidador da pessoa com a doença de alzheimer (da)
  • pessoa idosa
  • Pessoa idosa
  • Doença de alzheimer
  • Doença de alzheimer
  • Doença alzheimer
  • Doença de alzheimer
  • Doença de Alzheimer

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!