A diversidade religiosa na perspectiva do ensino religioso em marabá - pará

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3258 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AS FRONTEIRAS DO ESPAÇO PÚBLICO ESCOLAR E A DIVERSIDADE RELIGIOSA.
Rayssa Matayoshi da Cruz, UFPA

Resumo:
Neste artigo serão apresentados alguns pontos que tratam da discussão do ensino religioso nas escolas públicas, considerando uma perspectiva de diversidade no campo religioso dentro do âmbito escolar, visando uma apreciação do tema para que sua fomentação seja no sentido de promover oreconhecimento de diversas praticas religiosas na transformação de comportamentos de preconceito e intolerância religiosa. A disciplina de religião no currículo escolar pode ser considerada uma formar de minimizar o preconceito, pois colaborar para a disseminação do conhecimento. O ensino religioso no Brasil atualmente tem sido discutido e gerado bastante polêmica, pois há alguns questionamentosacerca da inserção do tema religião como disciplina nas escolas públicas, das atividades pedagógicas aplicadas na sala de aula, e no próprio tratamento da questão no cotidiano escolar, de acordo com algumas afirmações, o ensino religioso nas escolas públicas está em desencontro com princípios emancipatórios tal como o direito a liberdade de expressão não observada ou sequer debatida nos redutoseducacionais. Desse modo veremos como a constituição do ensino religioso criou barreiras de compreensão do outro e para tanto tomaremos de forma elucidativa o conceito de fronteira, como um espaço de conflito, de confrontação e isso significa dizer que a realidade apresentada tem uma singularidade e o conflito faz com que a fronteira seja um ponto de reconhecimento do outro.
Palavras chaves:religião, espaço público, fronteira.
A introdução da religião no ensino público parte de uma preocupação em preservar alguns valores morais enraizados no cristianismo que assegura a transmissão de uma ideologia através do discurso religioso que brota da classe dominante. A necessidade de levantar esta problemática leva a reflexão de alguns pontos chaves da constituição do Estado brasileiro, um deles alaicização do Estado, ou seja, o espaço público deve estar isento de qualquer denominação religiosa, pois se entende que esta questão é pessoal e individual, e deve ser buscada nas instituições religiosas no qual tem por direito propagar, expor, defender seus princípios, portanto para a preservação da liberdade, a priori deve se excluir o ensino religioso dos parâmetros curriculares nacionais(PCN’s), porém este debate encontra-se em aberto, pois entende-se também que a escola é um espaço de socialização do conhecimento e que a reconfiguração da disciplina poderia atender ao primordial direito a liberdade de expressão, pois esclareceria muitos mitos ao redor de algumas religiões principalmente de matiz africana e indígena em que as interpretações de suas cosmologias quase sempre se encontramequivocadas apontando para uma postura de negação e preconceito em relação a elas.
Para muitos a separação entre Igreja e Estado não é irrelevante, pois a experiência histórica mostra que ao priorizar uma religião e institucionalizá- la como oficial perverteu a compreensão da alteridade e do respeito ao outro.Nesse ponto é necessário introduzir o conceito de religião deve ser apresentado adiscussão em que sua básica definição se centra nas práticas e crenças comuns de determinadas sociedades ou povos que se constituem em determinados universos históricos no qual estão passiveis de influencias externas e são dotadas de sentido próprio. Portanto a compreensão da religião ocorre através de símbolos e do reconhecimento das questões de religiosidade que estão presentes no cotidiano fornecendoelementos que constroem a subjetividade.
Desse modo o ensino de religiões nas escolas públicas deve voltar-se para uma postura que não priorize uma religião em detrimento de outras, mas que seja capaz de levantar questões direcionadas a valorização das diferentes crenças que circundam a sociedade, pois a religião como memória cultural de determinado grupo social em relação a outros, estão...
tracking img