A diversidade eclesiologica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5566 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Diversidade Eclesiológica no Cristianismo Primitivo

Escrito por Carlos Eduardo B. Calvan

Introdução

Geralmente os discursos em prol de da unidade teológica na Comunhão Anglicana e em outras igrejas se baseiam em um equívoco criado por uma leitura superficial da Bíblia que não se aprofunda em questões históricas, por medo ou incompetência. Unidade doutrinária é algo desconhecido do NovoTestamento. Por isso, melhor seria falar sempre em “teologias do Novo Testamento” (no plural), ao invés de em uma única teologia. Desse modo, as tentativas de legitimar interpretações teológicas particulares de um determinado grupo cristão a partir da totalidade dos escritos bíblicos está, de início, prejudicada e fadada ao fracasso e só encontrará ressonância em comunidades com tendênciasfundamentalistas ou que praticam leituras superficiais das sagradas escrituras.

O texto de Raymond Brown que estudamos no encontro de eclesiologia promovido pelo CEA traz, na sua introdução algumas pinceladas a respeito da diversidade na era sub-apostólica do NT. Fala, por exemplo, que “provavelmente a cidade de Éfeso tinha diferentes igrejas com diferentes teologias” e mostra sensíveis diferençasentre a teologia de algumas comunidades com o objetivo de “reconstruir as situações comunitárias detectáveis nos textos perguntando pela ênfase maior que distinguia tais comunidades”. Embora se concentre na questão eclesiológica, o texto lança luzes para compreendermos que havia também compreensões diversas a respeito de Jesus, bem como da ética e da espiritualidade.

Não sou especialista emBíblia, mas gosto de estudar um pouco o que os biblistas pesquisam atualmente e pretendo oferecer um pequeno panorama dessa diversidade no NT trazendo algumas provocações mais centradas na eclesiologia para nossa discussão.

Tentativas de compreender o desenvolvimento do Cristianismo primitivo

No século XIX a escola de Tübingen iniciou a tentativa de compreender a multiplicidade do Novo Testamento,mas sob o prisma do hegelianismo. Ferdinand Christian Baur falou em dois partidos que representariam tese e antítese: petrinismo e paulinismo. O primeiro, representado pelo evangelho de Mateus, a carta de Tiago e as de Pedro; o segundo pela corrente paulina. A obra de Lucas/Atos e as cartas dêuteropaulinas seriam tentativas de acomodação e mediação. Mas a síntese final teria sido alcançada peloevangelho de João. Segundo Baur, o que estava por trás era um conflito entre o particularismo judaico (petrinismo) e o universalismo (paulinismo).

Hoje essa tese está superada. Não por ter sido considerada totalmente errada, mas por não ter sido suficientemente radical. Ela está certa, pelo menos, ao dizer que houve um processo de acomodação e reconhecimento mútuo das comunidades em meio aconflitos, mas algumas emendas têm sido feitas nos estudos atuais do Novo Testamento, particularmente por H. Koster, Klaus Berger, Raymond Brown e Gerd Theissen.

Brown, num estudo mais extenso sobre o evangelho joanino, defende que aquela comunidade precisava de apoio para sobreviver ao ataque dos cristãos-gnósticos, que também não eram bem vistos pelas comunidades de tradição sinótica ejudaizantes. Qualquer pessoa minimamente conhecedora do Novo Testamento sabe que a alta cristologia joanina difere bastante da sinótica, não apenas nas ênfases teológicas, mas também na seqüência narrativa da vida de Jesus. Os sinóticos apresentam – com poucas variações – a mesma seqüência – Jesus inicia seu ministério na Galiléia, após receber o batismo de João Batista, prega em várias cidades e só faz umaviagem a Jerusalém – aquela que culminaria na sua morte. A seqüência do evangelho joanino é diferente – Jesus faz três diferentes viagens a Jerusalém para participar das festas judaicas (onde aproveita para reinterpretá-las) e já no capítulo dois ele é visto purificando o Templo (o que, nos sinóticos acontece somente na última semana de sua vida). Para Brown, a comunidade joanina, com o passar...
tracking img