A dinâmica do currículo e a proposta inclusiva na escola regular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1446 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE VENDA NOVA DO IMIGRANTE
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO INCLUSIVA


ALINE FARIAS





A DINÂMICA DO CURRÍCULO E A PROPOSTA INCLUSIVA NA ESCOLA REGULAR











Venda Nova do Imigrante
2011
1. PERSPECTIVA TEÓRICA DA OBRA
Para desenvolver este artigo realizamos uma pesquisa bibliográfica, com base na análise documental, à luz dos estudos de Beyer(2005), Mazzota (1996) e Carvalho (2004). Estruturamos o artigo em duas partes: a primeira trata de um breve histórico sobre o currículo e as adequações que julgamos necessárias para ao atendimento das PNEES. A seguir procedemos a analise de textos sobre as políticas educacionais para esta modalidade de ensino, fazendo um paralelo sobre a legalidade e a realidade que envolve a educação inclusiva.
Aintenção é levantar questões e aspectos relevantes do currículo escolar, apontando a adequação curricular como uma alternativa para a escola atender a diversidade dos alunos.


2. BREVE SÍNTESE
Na introdução deste artigo a autora faz uma abordagem histórica sobre as leis que atendem aos portadores das necessidades especiais ela diz que as pessoas com deficiências passaram a ser chamadas dePessoas com Necessidades Educacionais Especiais (PNEES). Assim a Educação Inclusiva pretende que todas as pessoas tenham a mesma oportunidade de acesso, permanência e de aproveitamento na escola, independentemente de qualquer característica que apresentem ou não.
Ela também ressalta que é sempre difícil aceitar mudanças, porque a mudança incomoda, complica, obriga o indivíduo a rever conceitos, ideiase valores. Este artigo vem justamente tentar ajudar aos acadêmicos do curso de pedagogia que estão sendo preparados para ingressar no mundo do trabalho e aos professores que já estão vivenciando esta realidade, a compreenderem a partir do currículo o que é a educação inclusiva, quais são os benefícios desta modalidade de ensino, quem são os beneficiados e quais as dificuldades de trabalhar em umambiente de inclusão. Enfim vem mostrar que é possível romper barreiras ideológicas e preconceituosas, e assim ter uma educação inclusiva. Essa publicação é uma tentativa de auxílio para estes profissionais que breve estarão cara a cara com essa realidade. É importante salientar que este artigo é uma breve discussão, estamos conscientes de que o mesmo precisa de contribuições para melhoraprofundamento sobre o tema e acolheremos todas as colaborações que servirem para ampliá-lo.
No Brasil diversas leis federais e orgânicas garantem o acesso das pessoas com necessidades educacionais especiais ao ensino na rede pública e regular de ensino. A expectativa da educação para todos estabelece um grande desafio, pois a realidade mostra uma grande parcela de PNEES excluída do sistema educacionalque não tem acesso a escolarização, mesmo com todos os empenhos a favor da universalização do ensino, mas, este desafio é essencial para responder as perspectivas de democratização da educação no Brasil.
Apesar das preocupações com as PNEES sempre existirem, a ausência da educação voltada para este público é histórica, esta omissão é perceptível se fizermos um breve histórico da evolução docurrículo, assim, segundo Beyer (2005, p.69) "o currículo não sofre alteração fundamental, porém as características de aprendizagem dos alunos com necessidades especiais são, sem dúvida, levadas em conta".
O Art. 58 da LDB 9 394/96 diz que a Educação Especial deve ser oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para os sujeitos portadores de necessidades especiais, e no Art. 59/I "Os sistemasde ensino asseguraram aos educandos com necessidades especiais currículos, métodos, técnicas, recursos educativo e organização específicos, para atender às suas necessidades".


3. O currículo na educação especial: uma breve reflexão

A necessidade de pensar em um currículo que atenda a necessidade dos portadores de necessidades especiais é a meta, apesar do currículo das escolas não...
tracking img