A determinação do sujeito em lacan: da reintrodução na psiquiatria à subversão do sujeito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5391 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A determinação do sujeito em Lacan: da reintrodução na psiquiatria à subversão do sujeito

P. 50

Será no discurso que Lacan irá buscar a determinação do sujeito. Ele se depara, então, com uma excentricidade do sujeito em relação a si mesmo, expressa teoricamente por meio da clivagem entre o sujeito do enunciado e o sujeito da enunciação. O primeiro refere-se ao discursoconsciente, à esfera do significado, do conceito; enfim é o “portador do discurso manifesto, social”. O segundo refere-se ao inconsciente, “excêntrico em relação ao sujeito enunciado”. Refere-se, portanto, ao significante. É nos deslizes dos significantes que advêm as formações do inconsciente (sonhos, chistes, atos falhos, sintomas, etc.).

Interpretação deve ater-se, assim, à sua letra, isto à, àmaterialidade do significante. O sonho é privilegiado por Freud, uma vez que é a via régia para se conhecer os processos inconscientes, que são regidos pelo processo primário, do qual fazem parte o deslocamento – em que uma idéia transmite a outra todo o montante de seu investimento – e a condensação – que agrupa em si todo o investimento de várias outras idéias. Lacan faz compreendê-los,respectivamente, à metonímia e à metáfora. A metonímia refere-se ao desejo inconsciente. Lemaire (1989, p. 250) comenta, sobre essa afirmação lacaniana de que o desejo é uma metonímia, que “observemos, contudo, que a expressão lacaniana ‘o desejo é uma metonímia’ visa em geral, apenas a justificar sua alienação num significante afastado do significante original por uma série de laços associativos”. Esseslaços associativos podem ser também “metafóricos”. Lacan (1998c, p. 508) afirma que a função metonímica é a que “disfarça o pensamento (quase sempre indefinível) do sujeito: a saber, a de identificar o sujeito na busca da verdade”. O algoritmo da metonímia é o seguinte:

Lacan diz que a metáfora é aquela que “brota entre dois significantes dos quais um substitui o outro, assumindo seulugar na cadeia significante, enquanto o significante oculto permanece presente em sua conexão (metonímica) com o resto da cadeia”.

O que está em jogo em todas essas elaborações de Lacan sobre o inconsciente freudiano é justamente a noção de que o inconsciente só pode existir num ser falante.

[...] si, sujeito do inconsciente, e o sujeito do discurso consciente.

Assim, aordem do simbólico é constituinte do sujeito à medida que determina sua ação e sua situação.
[...] objetivas do sujeito. Vê-se que há uma divisão entre o ego (dimensão imaginária) e o sujeito (termo simbólico). Essa divisão se dá por meio da palavra.Então, ao aceder ao simbólico, o sujeito se divide, “perdendo uma parte essencial dele mesmo”, pois, no simbólico, o sujeito não pode ser senãorepresentado.
Assim, ao submeter-se à cultura, o sujeito se divide, pois o que é da ordem da natureza, da vida, curva-se sob uma força maior.
[...] a linguagem se refere, aqui, ao “real”, registro em que toda simbolização falha.

O significante como determinante do significado

Lacan (1985) analisa o problema das psicoses do ponto de vista de um distúrbio na ordem dalinguagem, dedicando um capítulo à análise da relação entre significante e significado. Assim ele afirma que “todo fenômeno analítico
[...] daquilo com que lidamos no sintoma e na neurose, é estruturado como linguagem.

Lacan, apoiando-se em Saussure e Jakobson, define dimensão do significante como a que determina o significado.
Sussure (1988) diz que o vínculo existente entreum nome e uma coisa não constitui uma relação simples. A unidade lingüística (signo) é uma coisa dupla, constituída da união de dois termos. “O signo lingüístico une não uma coisa e uma palavra, mas um conceito e uma imagem acústica” (SAUSSURE, 1988, p. 80). Essa imagem é de ordem psíquica, e não apenas física (o som de si), ou seja, não se trata apenas do som, mas de um som que desperta no...
tracking img