A democracia do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1780 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Santa Catarina
Ufsc

A Democracia do Trabalho
Antoine Lyon-Caen

11 de junho de 2011
Florianópolis

Um Combate da Sociedade Consigo Mesma

O autor inicia o texto com uma pergunta: “Seria a democracia exclusividade da vida política?” (Lyon-Caen, pg. 369). E responde esta pergunta ao longo do texto, demonstrando que é possívelobter democracia em outros setores além da política, ressaltando a democracia no trabalho.
A democracia hoje em dia é praticamente rara no meio do funcionamento das empresas, é difícil encontrar um espaço próprio para a democracia dentro de uma empresa, de um mercado, uma fábrica ou um serviço comercial.
Porém a democracia do trabalho possui sólidas e antigas raízes, como vemos esta foi tida navirada do século como operária. Em seu nome, exigia-se que a gestão do trabalho e das oficinas ficasse nas mãos daqueles que nelas e delas viviam, fazendo assim vibrar muitos grupos de operários qualificados. Além da operária o autor fala também em mais três tipos de democracia que ocorreram em fases diferentes. Temos a democracia industrial, onde parecia começar um consenso no sentido de que umaeconomia de mercado fosse corrigida por uma gestão coletiva, efetuada conjuntamente pelas organizações de empregadores e as organizações de trabalhadores; esta expressão foi utilizada e difundida nos países da Europa do Norte por múltiplos estudos. A expressão democracia econômica, onde o autor ressalta que é difícil de dizer ao certo o que significa a expressão, e apenas cita que nos documentosoficiais de uma Europa comunitária é demonstrado um empenho por esta. Já quanto à democracia sindical, Lyon-Caen diz que foi em seu nome que o governo conservador da Senhora Thatcher denunciou e remodelou o funcionamento dos sindicatos, eleição e voto foram fatores importantes impostos pela lei em momentos cruciais da vida sindical, na esperança de reduzir o poder dos dirigentes sindicais.
Ademocracia na França ainda possui outra razão, que é o de criticar o papel da lei, que para alguns é excessivo, e assim para tentar promover uma produção mais centralizada das regras, por negociação na empresa, e por negociação individual. Sendo assim a democracia por contrato, é contra a Lei.
É explicito a relação complexa existente entre a democracia e o trabalho. Para o autor esta relação complexapode ser melhor demonstrada através da descrição de uma vida comum do que por um discurso abstrato, assim fazendo a citação de um exemplo: “Vejamos um profissional de nível médio: aos 40 anos, ele gosta de seu trabalho, trabalha com afinco, mas uma promoção o espera. Depois de quinze anos de luta e com um futuro sorridente, ele assina um contrato de empréstimo e compra uma casa. Seus filhosdestinam-se ás melhores formações. Nos subúrbios a oeste de Paris, onde vive, ele dirige o clube desportivo; foi convidado a participar de uma lista nas próximas eleições municipais; pensa também integrar-se à seção local da Anistia Internacional.
Profissional exemplar, ele nos convence, se é que já não o fomos, de que o exercício de nossa liberdade, de nossas faculdades de escolha, de que nossadignidade, nossa respeitabilidade, nossa humanidade dependem do trabalho. Fora do trabalho não há salvação.
O mesmo profissional médio, algum tempo depois: sua empresa foi comprada. Ele almoçava toda semana com o antigo diretor geral. Convívio dos mais inconvenientes, segundo a nova direção, para a qual ele pertence ao passado. A sentença é baixada durante uma entrevista gélida: ele dispõe de três mesespara deixar a empresa. Talvez seu filho tenha de esquecer seu MBA nos Estados Unidos, e ele mesmo, afastar-se do clube, hipotecar sua casa. Ele aceita o que lhe parece uma decisão arbitrária, mas sem esperança real de contrariá-la.” (Lyon-Caen, pg. 371). Podemos ver com este exemplo que é vivido por muitas pessoas em variados lugares, que este profissional apenas é um cidadão fora da empresa, na...
tracking img