A demanda efetiva de thomas malthus em keynes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2723 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A Demanda Efetiva de Thomas Malthus em John Maynard Keynes |
|
|



Introdução
O objetivo desse trabalho é mostrar a influência da teoria Malthusiana na famosa teoria keynesiana, passando por pontos de ambos os autores. Dentre esses pontos serão ressaltados a possibilidade de crises de superprodução, primeiramente vista por Malthus, além de soluções propostas pelo mesmo. Também seráabordado o tema da demanda agregada que é de extrema importância na obra destes autores.
Haverá ressalvas e breves menções aos Neoclássicos, que elaboraram diversas teorias nas quais Keynes está de acordo, dentre elas a própria teoria da produção marginal do capital.
O foco do trabalho será na demanda agregada, porém vários pontos serão mostrados para melhor compreensão e localizaçãohistórica, assim como alguns conceitos serão explicados de acordo com o ponto de vista dos autores principais deste trabalho.

Thomas Malthus e o princípio da demanda efetiva

Apesar de estar incluso no grupo de economistas clássicos, Malthus discorda de um ponto chave de tal teoria: A lei de Say que determina que toda a oferta gera sua própria demanda é negada por Thomas Malthus, pois essa teoriainfere que a possibilidade de haver uma crise no sistema capitalista é nula.
Malthus viveu em uma época onde ocorreu dois marcos: a Revolução Industrial e o intenso conflito entre a classe proprietária de terras, a nova classe capitalista industrial e o proletariado.
A teoria da superprodução
Crítica de Malthus a Smith: as forças da oferta e da procura não fazem, automaticamente, com que o preçode mercado se iguale ao preço natural.
A contribuição mais importante de Malthus à economia: sua teoria da superprodução ou das depressões. Seu objetivo foi promover o entendimento destas crises ou superproduções e propor políticas para minorá-las. Para Malthus era óbvio que a causa de uma superprodução geral de mercadorias era a insuficiência periódica de demanda efetiva. Malthus analisou opadrão de gastos de cada uma das três classes para entender a falta de demanda efetiva, origem da crise.
1 - Os trabalhadores gastavam toda sua renda em subsistência;
2 - Os capitalistas praticamente não gastavam, pois acumulavam o capital para investimento e ampliação da capacidade de produção;
3 - Os proprietários de terra gastavam sempre toda a renda em bens de consumo.
Malthus achava que oproblema era que, com o progresso do capitalismo, havia uma tendência para os capitalistas terem lucros crescentes, e esses lucros não se transformassem em consumo e sim em reinvestimento.
A causa final da superprodução devia-se aos lucros excessivos, que levavam a uma taxa insustentável de acumulação de capital. A única resposta para esse problema, na opinião de Malthus, era adotar políticas quealterassem a distribuição de renda, deixando os capitalistas com menos lucros e alguma outra classe com mais renda para ser gasta em consumo. Essa outra classe seria a dos proprietários de terra, pois eles contratariam muitos criados e outros trabalhadores improdutivos ou prestadores de "serviços pessoais", que gastariam suas rendas comprando as mercadorias produzidas no setor industrial. Assim, asolução apontada por Malthus implicava a criação de um exército de trabalhadores improdutivos, como criados dos proprietários de terras. Eles consumiriam a riqueza material sem produzi-la e, com isso, eliminariam o problema da insuficiência da demanda agregada.
A única maneira de garantir uma procura efetiva suficiente era, então, através de algum mecanismo de redistribuição, como a lei doscereais, que permitisse aos proprietários de terras receberem mais renda e, com isso - por meio de seus próprios gastos e dos gastos de seus criados - contribuírem mais para a demanda agregada, sem contribuir para aumentar ainda mais a produção.
Como Malthus propunha uma redistribuição?
Reduzir os lucros e aumentar os salários, ou, reduzir os lucros e aumentar a renda da terra chegariam ao mesmo...
tracking img