a cultura surda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2029 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Cultura dos surdos
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Os surdos, por norma são utilizadores de uma comunicação espaço-visual, como principal meio de conhecer o mundo em substituição à audição e à fala, e podem ter ainda uma cultura característica.
Alguns fatores podem afetar o processo de aprendizagem de pessoas surdas, como por exemplo: o período em que os pais reconhecem a perdaauditiva, o envolvimento dos pais na educação das crianças, os problemas físicos associados, os encaminhamentos feitos, o tipo de atendimento realizado, entre outros.
Embora os aspectos médico, individual e familiar ampliem o universo de análise sobre o fenômeno, nos chama a atenção para a necessidade de vê-los sob uma perspectiva sócio - cultural.
O surdo difere do ouvinte, não apenas porque nãoouve, mas porque desenvolve potencialidades psicoculturais próprias. Somos todos pessoas diferentes.
No Brasil os surdos desenvolveram a LIBRAS com influência da língua de sinais francesa, portanto, elas não são universais; cada país, ou comunidade de surdos possui sua própria língua de sinais.1 Em Portugal, por exemplo, existe a LGP. Em Angola, os surdos locais desenvolveram a Língua GestualAngolana (LGA), também largamente designada por Língua Angolana de Sinais (LAS). Já outros, por viverem isolados ou em locais onde não exista uma comunidade surda, apenas se comunicam por gestos mímicos.
Existem também surdos que, por escolha dos pais ou opção pessoal, preferem utilizar uma língua oral.
Interpbleu.gif

Índice [esconder]
1 Progresso na cultura surda
2 Lingua natural versus Linguamaterna
3 Compreendendo o mundo surdo
4 Escutar com os olhos
5 Bebês de pais surdos
6 Ligações externas
7 Referências
Progresso na cultura surda[editar]

Ao longo dos anos, as pesquisas interdisciplinares sobre surdez e sobre as línguas de sinais, realizadas no Brasil e em outros países, tem contribuído para a modificação gradual da visão dos surdos, compartilhada pela sociedade ouvinte emgeral.
Esses estudos têm classificado os surdos em duas categorias:
Os portadores de surdez patológica, normalmente adquirida em idade adulta;
E aqueles cuja surdez é um traço fisiológico distintivo, não implicando, necessariamente, em deficiência neurológica ou mental; este é o caso da maioria dos surdos congênitos.
Em alguns casos, apesar do bloqueio auditivo, o seu domínio da língua oralpode se equiparar aos ouvintes, através do uso da leitura labial, o uso de aparelhos, implantes auditivos e acompanhamento fonoaudiológico.
No caso de surdos que dominem apenas a língua de sinais, o fato de integrarem um grupo linguístico-cultural distinto da maioria linguística do seu país de origem, equipara-os a imigrantes estrangeiros. Porém, o fato de não disporem do meio de recepção dalíngua oral, pela audição, coloca-os em desvantagem em relação aos imigrantes, com respeito ao aprendizado e desenvolvimento da fluência nessa língua. Essa situação justifica a necessidade da mediação dos intérpretes em um vasto número de contextos e situações do quotidiano dessas pessoas. Ainda que faça uso da leitura labial, o surdo sinalizado pode ter dificuldades de compreender a língua oral, vistoque, essa técnica o habilita, quando muito, a perceber apenas os aspectos articulatórios da fonologia da língua. Daí sua enorme necessidade da mediação do intérprete de língua de sinais.
No Brasil, existem pelo menos duas situações em que a lei confere ao surdo o direito a intérprete de LIBRAS:
nos depoimentos e julgamentos de surdos (área penal);
e no processo de inclusão de educando os surdosnas classes de ensino regular (área educacional).
Devido às constantes modificações e progresso neste campo, nas conceções de ensino de língua de sinais, tem-se dado ênfase ao mecanismo de aprendizado visual do surdo e a sua condição bilíngue-bicultural. Contudo, o surdo é bilíngue-bicultural no sentido de que convive diariamente com duas línguas e culturas: a língua de sinais(cultura surda)...
tracking img