A cultura coreana no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (485 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
50 anos da imigração ao Brasil – O vento Coreano, dançando com o samba
O que é Vento da Coréia?? Essa expressão não é conhecida, não existe.
[Já há 50anos de imigração ao Brasil… O vento daCoreia, dançando com samba]
“Os três ursos estão em uma casa, pai urso, mãe urso, bebê urso...” ([uma] música de criança da Coréia)

A aula, que começou em agosto passado, inicialmente era para osestudantes coreanos que moram nesse bairro. Mas muitos estudantes brasileiros quiseram entrar nessa aula pedindo que mais uma turma fosse aberta *ou que mais uma turma abrisse* [abrir outra aula]. Apopularização do [O] K-pop e as novelas Coreanas [a drama] foram grandes motivos de interesse nas aulas[aplicação *não se diz aplicação, e sim INSCRIÇÃO*]. Peatriz Alvez que está no [em] último anodo ensino médio disse que a [papelaria *???? Papelaria é o lugar onde se vende papel] que ela viu na Coréia eram [foram] bonitos, as musicas eram [foram] boas, até os doces eram [foram] gostosos,expressando interesse [da] na Coréia.

A expansão do [vento da Coreia ????] está crescendo [continuando a ampliar] *repetitive, a expansão quase igual ampliação*. O interesse dos adolescentes *quandotu nao tá falando de alguma coisa ou alguém específico, usa sempre o PLURAL* está se estendendo [ampliando] do k-pop ao coreano. Os adultos na faixa dos trinta anos [Os anos de trintas] gostam decomida coreana. Os [interligentes??????? Seriam inteligentes??] começam a se interessar [ter interesse do] pelos filmes coreanos e por [à] toda a cultura coreana. Se adiciona [É adicionado a atração da]ao interesse na Coréia [pela estenda???????] das grandes empresas como Samsung, LG, Hyundai e etc. no Brasil.

Daniela, que[m] visitou [n]um restaurante coreano, disse que ela veio [a] conhecerdiretamente as comidas [coreanas] que eram mostraradas nas novelas [na drama] coreanas. Recentemente est[á]ão abrindo [os] retaurantes coreanos para apontar *hã??? Não entendi “apontar”* os moradores...
tracking img