A cor escarlate da segunda guerra mundial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1294 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Em 1939, Alemanha invade a Polônia, quebrando o tratado de Ribentropp-Molotov. Alemanha, Itália e Japão se unem para formar as potências do Eixo. Inglaterra, França e, anos mais tarde, USA e URSS juntam suas forças, criando as potências dos Aliados. O Holocausto aterroriza não só os judeus, mas também o planeta inteiro. Tentativas de matar aquele que comandava o nazismo. O ataque a Pearl Harbore as bombas nucleares jogadas sobre Hiroshima e Nagasaki.
O mundo, que pensava nunca mais passar por uma guerra tão monstruosa como foi a Primeira Guerra Mundial, se depara com uma guerra que supera qualquer outra que possa ter existido. Não é uma guerra apenas por território e poder. Essa guerra é para saber o futuro da humanidade.
Essa guerra definirá quem tem direito a viver e quem devemorrer. Se o Eixo ganhar, quem perderá suas vidas serão os judeus, os ciganos, os homossexuais, os negros. O Nazismo e o Fascismo dominarão a raça humana. E se os Aliados ganharem? Estaremos todos condenados a uma vida consumista, onde os ricos têm mais direitos e privilégios que os pobres. Onde um médico quando deve escolher entre que vida salvar, salva ao rico e deixa morrer ao necessitado.Hoje em dia, falar dessa maneira pode parecer estranho. Afinal, nossa sociedade é completamente contrária ao nazismo, condenando e julgando ser culpa deles os fatos ocorridos durante a Segunda Guerra Mundial. Qualquer comentário que possa de alguma maneira defender o nazismo é afogado com argumentos como “como você pode aceitar as atrocidades cometidas por eles?” e também “não acredito que vocêconcorde em algo com aqueles assassinos?”.
Não é difícil encontrar quem defenda o Nazismo com “unhas e dentes”. É menos difícil ainda encontrar quem é totalmente contrário a ele, resmungando e gritando ao mundo como os nazistas eram inumanos. Mas por quê? Por que a maioria julga os nazistas tão monstruosos assim? Para responder isto, uma palavra basta: Holocausto.
Sim, o Holocausto foi um atoque poderia ser chamado de infernal. A imagem de homens, mulheres e crianças trancadas dentro de um campo de concentração é capaz de provocar pesadelos até nos humanos mais frios. Não é pra menos: a quantidade de pessoas torturadas até a morte nestes lugares foi imensa. Poucos saíram de lá com vida e isso marcou muito o mundo em que vivemos. O quase extermínio de um povo foi um fato chocante e suarepetição é considerada inadmissível.
Ao se ouvir os termos “Alemanha” e “judeus” numa mesma frase, é de se esperar um arrepio na coluna. Mas muitos julgam a Alemanha até hoje por tudo que aconteceu e isso está muito errado! Naquele tempo de opressão ao povo, houveram heróis, os chamados Heróis Silenciosos. Eles eram alemães contrários ao regime totalitário nazista e que abrigavam em suascasas os judeus e os demais grupos perseguidos por nazistas. Mesmo colocando suas vidas em risco, estas pessoas tiveram coragem suficiente para, de maneira sigilosa, desafiar os atos do governo. Se naquela época enegrecida pelo ódio e pelo poder houve pessoas assim, por que ainda julgamos os alemães dessa maneira?
Os que se dizem completamente contrários ao nazismo por causa do Holocausto são namaioria das vezes, hipócritas. E sua visão sobre a Segunda Guerra Mundial foi completamente moldada pela sociedade: Alemanha nazista e assassina, os demais são vitimas. O que dizer então do país que jogou as bombas nucleares sobre Hiroshima e Nagasaki, exterminando milhares de seres humanos? Todos culpam a Alemanha pelo ocorrido na Europa, mas ninguém abre a boca para culpar os USA pelos ataquesnucleares. É claro que ninguém faz isso: humilhar quem perde é normal, mas acusar quem ganha é loucura. Afinal, ninguém quer mexer com os poderosos.
Mesmo ninguém falando sobre quem fez essa atrocidade, os chamados Hibakushas (nome dado aos sobreviventes dos ataques a Hiroshima e Nagasaki) lembram-se desse fato muito bem. Um deles é Takashi Morita, atualmente com 68 anos. Na época do ataque a...
tracking img