A construção estatística

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1909 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Licenciatura em Sociologia
(3º ano – 1º semestre)

Métodos e Técnicas de Investigação Social II

Trabalho Prático nº1

Ficha de Leitura: “A construção estatística”

Trabalho realizado por:

Regina Alves

Ano Lectivo 2005/2006

Texto de Trabalho: MERLLIE, Dominique (1998) – A construção estatística. In CHAMPAGNE, Patrick e tal (org) – Iniciação à Prática Sociológica. Petrópolis:Vozes, pp. 107 -170

A quantificação é uma forma de organizar a sociedade, pois a explicação dos números tem sempre um carácter teórico, ou seja, temos de pegar nos dados estatísticos e ver o que está por detrás deles.
O texto remete-nos, numa primeira parte, para os factores que podem fazer variar a inserção estatística de um fenómeno, sendo estes, as diferentes definições e as diversasmodalidades de inquérito. Dentro das definições referimo-nos as formas de avaliação de diferentes organismos, à definição oficial e à compreensão contrária do inquirido e aos diferentes intervenientes no decorrer da acção. Relativamente às modalidades de inquérito, as perguntas podem ser diferentes, tal como a estrutura do questionário e os procedimentos de inquérito (no se refere à codificação e àmetodologia). A segunda parte, explica como a estatística se produz e se processa do ponto de vista sociológico, pois socialmente produz-se realidades sociais diferentes.

A análise qualitativa tem a ver com o processo estatístico, pois não se pode começar do nada; tem de haver uma teoria, ou seja, uma sustentação dos dados. Isto quer dizer que, existe sempre por detrás um trabalho qualitativodas fontes estatísticas.
Durkheim fez o estudo do suicídio, no qual separou os factos do contexto e procurou regularidades sociais (leis mais ou menos universais), partindo da teoria que é o funcionamento da sociedade que determina os comportamentos do indivíduo. Este fez um levantamento das taxas de suicídio em diferentes regiões, no entanto, “essas estatísticas são inexatas por defeito”(Merllie, 1998: 112).
As variações estatísticas podem ser devido às condições de avaliação e às variações das práticas das instituições. No entanto, temos de partir do princípio que existem instituições que asseguram a sua fiabilidade.
“Podemos constatar que, do suicídio à sua inscrição estatística, existem diversos intermediários que são suscetíveis de falhas.” (Merllie, 1998: 113)
“Apesarde concebermos perfeitamente que indicadores diferentes, implicando diferenças de definição, conduzam a diferenças de avaliação, talvez não estejamos tão bem informados de que as mesmas definições cheguem a resultados que variam segundo as modalidades de pesquisa adotadas para colocá-las em prática.” (Merllie, 1998: 118), assim, diferentes resultados são efeito da forma de questionamento.No caso do desemprego, identicava-se “uma contradição entre respostas a perguntas diferentes, já que “era constituída por pessoas que, no inicio do questionário, tinham declarado ser (ou tinham sido classificadas) inativas e que, na seqüência , no momento de responder a perguntas específicas e precisas, declaravam estar, efetivamente, à procura de emprego” (Merllie, 1998: 118).
O desempregocomo é avaliado por pesquisas e recenseamentos temos de ter em conta as diferentes definições e as formas de questionamento. Um fenómeno pode ser definido de forma diferente pelo entrevistador e pelo entrevistado. Por isso, o entrevistador deve ser preciso e claro nos conceitos que utiliza e deve ser capaz de esclarecer o entrevistado para a compreensão desses, pois “a precisão do “código” noquestionário, por um lado, adaptando-o à linguagem dos entrevistados e, por outro, fornecendo-lhes as informações que parece serem úteis para a compreensão das perguntas.” (Merllie, 1998: 121).
Relativamente à contracepção, devemos ter cuidados em esclarecer o seu significado e todos os conceitos que estão ligados a ele, assim como os principais métodos contraceptivos. Desta forma, esclarecemos os...