A condição humana - hanna arendt

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 33 (8018 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Condição Humana
Hannah Arendt

“O que torna tão difícil suportar a sociedade da massa não é o
número de pessoas que ela abrange, ou pelo menos não é este o fator fundamental. Antes, é o fato de que o mundo entre elas perdeu a força de mantê-las juntas, de relacioná-las umas
 às outras e de separá-las”.

A Condição Humana (Hannah Arendt)

Sumário

1. Introdução.............................................................................................. 04
2. Biografia .................................................................................................
3. Livros de Hannah Arendt ........................................................................
4. A condição humana................................................................................
5. Filme “Os escritores da liberdade” ..........................................................
6. Conclusão ...............................................................................................
7. Bibliografia ...............................................................................................

1. INTRODUÇÃO
O presente trabalho foi elaborado com oobjetivo de mostrar a história de vida da filósofa Hannah Arendt, analisar o livro “A condição humana” e explicar de que forma podemos trazer os pensamentos da autora para nossa realidade. Os seus principais temas envolvem a sociedade, como educação, política, autoritarismo, e tolitarismo.

2. BIOGRAFIA
Hannah Arendt, nascida como Johanna Arendt, em Linden-Limmer, hoje bairro de Hanôver, Alemanha,14 de outubro de 1906, foi uma filósofa políticaalemã de origem judaica, uma das mais influentes do século XX.
A privação de direitos e perseguição na Alemanha de pessoas de origem judaica a partir de 1933, assim como o seu breve encarceramento nesse mesmo ano, fizeram-na decidir a emigrar. O regime nacional-socialista retirou a nacionalidade dela em 1937, o que lhe tornou apátrida até conseguira nacionalidade estadunidense em 1951.
Trabalhou como jornalista e professora universitária e publicou obras importantes sobre filosofia política. Contudo, rechaçava ser classificada como "filósofa" e também se distanciava do termo "filosofia política"; preferia que suas publicações fossem classificadas dentro da "teoria política".
Arendt defendia um conceito de "pluralismo" no âmbito político.Graças ao pluralismo, o potencial de uma liberdade e igualdade política seria gerado entre as pessoas. Importante é a perspectiva da inclusão do Outro. Em acordos políticos, convênios e leis, devem trabalhar em níveis práticos pessoas adequadas e dispostas. Como frutos desses pensamentos, Arendt se situava de forma crítica ante a democracia representativa e preferia um sistema de conselhos ouformas de democracia direta.
Entretanto, ela continua sendo estudada como filósofa, em grande parte devido a suas discussões críticas de filósofos como Sócrates, Platão, Aristóteles,entre outros. Justamente graças ao seu pensamento independente, a teoria do totalitarismo (Theorie der totalen Herrschaft), seus trabalhos sobre filosofia existencial e sua reivindicação da discussão política livre,Arendt tem um papel central nos debates contemporâneos.
Como fontes de suas investigações Arendt usa, além de documentos filosóficos, políticos e históricos, biografias e obras literárias.
Em 1924, começou seus estudos na universidade de Marburg e durante um ano assistiu às aulas de filosofia.
Heidegger, pai de família de 35 anos (um de seus professores de Filosofia), e Arendt, estudante,dezessete anos mais jovem que ele, foram amantes, ainda que tivessem de manter em segredo a relação por causa das aparências. No começo de 1926, ela não aguentava mais a situação e decidir trocar de universidade, indo para a universidade Albert Ludwig de Freiburg. Ela também estudou filosofia na universidade de Heidelberg e se formou em 1928 sob a tutoria de Karl Jaspers, com a tese O conceito de amor...
tracking img