A colonia portuguesa na américa

ESSE TRABALHO FOI TIRADO DO LIVRO DE HISTORIA DO ENSINO MÉDIO , E TEM ALGUMAS COISAS DA INTERNET TAMBÉM ..


A Colônia Portuguesa na América
I. A GRATIVA TOMADA DE POSSE
II. O PROJETO AGRICOLA DA EXPLORAÇÃO COLONIAL PORTUGUESA
III. AS INSTALAÇÕES PRODUTIVAS AÇUCAREIRAS
IV. AÇUCAR: DA SUPREMACIA À CRISE
V. AS CAPITANIAS HEREDITARIAS E OS GOVERNOS GERAIS
VI. A UNIÃO IBÉRICA E A AMÉRICACOLONIAL (1580-1640)
VII. A ADMINISTRAÇÃO COLONIAL PORTUGUESA E OS PODERES LOCAIS


A gradativa tomada de posse

A instauração de uma colônia portuguesa no território Americano não se deu imediatamente após a tomada de posse por Pedro Alvares Cabral, em 1500. Portugal mantinha seus recursos voltados para o comercio oriental, deixando a colônia americana, por alguns aos, numa posiçãosecundaria, pois ainda não havia encontrado aqui metais preciosos nem produtos similares aos o rentável comercio afro-asiático: ouro, marfim, especiarias, porcelanas, seda, algodão, escravos, entre outros.
Além de nomear diversas localidades litorâneas, como a Baía de todos os santos e o lugarejo de São Sebastião do Rio de Janeiro, confirmou a existência do Pau- Brasil, madeira da qual se extraia umcorante já utilizado na Europa pra tingimento de tecidos. As feitorias, além de guarda os produtos extraídos da colônia, eram postos de defesa contra outros conquistadores.
Devido a abundância de pau-brasil no litoral brasileiro, a coroa portuguesa estabeleceu o monopólio real sobre a exploração do produto. Por meio do escambo (troca), os indígenas realizavam a corte e o transporte de madeira erecebiam por isso objetos vistosos, mas de pouco valor, como espelhos, miçangas e instrumentos de ferro. “Peças” eram os chamados “ Negros da terra” indígenas aprisionados para serem escravizados.
O comercio português com o oriente entrou em crise, reduzindo os lucros de Portugal. Além disso, invasões de outros povos europeus ameaçam a posso da colônia.
A primeira expedição colonizadora foi comandadapor Martim Afonso de Souza, que chegou em 1531.
Nomeado capitão-mor da esquerda e das terras colônias pelo de reio de Portugal, Martim Afonso chegou trazendo homens, sementes, plantas , ferramentas agrícola e animais domésticos.
Sua politica colonizadora consistiu na distribuição de sesmarias ( lotes de terra) aos novos habitantes que se dispusessem a cultivá-las, bem como na plantação dacana-de-açúcar e construção do primeiro engenho da colônia.



O projeto agrícola da exploração colonial portuguesa

A parti do século XVI, iniciativas colonizadoras diferenciadas marcaram a integração do continente Americano à vida politica e, principalmente, econômica da Europa.
Pelas características peculiares da colônia, a coroa portuguesa recorreu ao cultivo da cana-de açúcar , pois atéentão, ao contrario do que ocorrera nas áreas de denominação espanhola, não haviam sido descobertas jazidas de metais preciosos.
Embora Portugal já conhecesse o cultivo da cana-de- açúcar desde o século XIII, foi só no século XV que essa atividade ganhou amplitude e deixou de ser regiões conquistadas na costa africano.
Nesse empreendimento de proporções tão grandes que Portugal implantou em suacolônia da América, mão de obra também não representava um problema.
A escravidão havia muito tempo era praticada por europeus e árabes na chamada África negra (centro- sul do continente). A “Infidelidade” religiosa acabou sendo também estendida aos negros africanos, legitimando sua escravização.
A utilização do trabalho escravo africano envolvia interesses ligados ao Trafico Negreiro , que logose tornou um empreendimento altamente lucrativo para a coroa e para os mercadores portugueses.
Em relação ao trabalho indígenas, havia diferentes formas de entender a legitimidade da utilização dessa mão de obra.

As instalações produtivas açucareiras

Martim Afonso de Souza trouxe as primeiras mudanças de campo-de – açúcar da ilha da madeira e instalou o primeiro engenho da colônia em São...
tracking img