A clinica fenomenologica-existencial e a ação terapêutica numa perspectiva histórica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5253 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A clínica fenomenológica-existencial e a ação terapêutica numa perspectiva histórica.
Elaine Pessoa1
Luciane Rocha2
Faculdade de Ciências Humanas de Olinda3
RESUMO
O presente artigo aborda aquilo que a clínica da fenomenologia e a filosofia descreve acerca do conceito de existência, aqui definida como cuidado de si, culminando em método fenomenológico, onde definimos como estudo daconsciência. Observa-se também as transformações sofridas pelo método fenomenológico para a análise da existência. E por fim, a extensão da análise existencial para a psicoterapia da clínica fenomenológica. Contrastamos ainda, as descrições do processo terapêutico existencial quanto às evidências empíricas, na qual a resistência tradicional ainda é presente, porém com certa abertura. Assim sendo, ao longoda história, o método fenomenológico vem perdendo foco e dando lugar a análise existencial que ruma para uma abordagem psicoterapêutica bem mais integrada.
Palavras-chave: ação clínica; fenomenologia; existência.

INTRODUÇÃO
O termo clínica fenomenológica abrange várias modalidades de diagnóstico e descrições referentes aos sintomas, aos impedimentos funcionais, à qualidade de vida, ao decursoda doença, às respostas diferenciais ao tratamento, e aos equivalentes genéticos. Ela seria, portanto, uma descrição abrangente, incluindo pacientes e não pacientes, tendo como objetivo a compilação exaustiva de dados que permitam ampla compreensão da doença, ou seja, o estudo da própria doença, sua manifestação, história e contexto.
O termo fenomenologia trata-se na verdade de uma extensão douso de verbete oriundo da filosofia alemã setecentista e ganhou destaque no início do século XIX com as filosofias de William Hamilton e de Georg W. Hegel. Este primeiro acreditava que seria preciso diferenciar o conhecimento da crença e o segundo destacava a descrição histórico-racional da experiência que a consciência faz de si mesmo em seu desenvolvimento dialético.
Contudo os dois repercutiramas influências do idealismo kantiano, cada um à seu modo, com a clássica distinção entre nômeno ou númeno, aquilo que é real e fenômeno aquilo que é percebido. No entanto, o termo fenomenologia é reconhecido por nomear o método desenvolvido por Edmund Husserl para estudar a experiência consciente. Posteriormente, o método, foi utilizado por Heidegger para a analítica da existência, porém comalgumas alterações. Na fenomenologia clínica o pioneiro foi o escritor e filosofo Karl Jaspers com seu livro Psicopatologia Geral, 1913, onde são descritos os fenômenos psíquicos no modo como se apresentam à experiência consciente. Com isso Jaspers inaugurou a aplicação do método fenomenológico à clínica. O termo clínica fenomenológica será aqui visto como uma via de compreensão e atendimentopsicoterápico que se tornou conhecido por fenomenologia-existencial, com ramificações para uma grande variedade de teorias psicológicas humanistas. Assim, teremos uma conjunção entre filosofia e um método para estudos da relação entre a experiência e a consciência. As experiências advêm de um olhar para dentro, onde não há espaço para dúvida acerca da concretude da externalidade.
Para entendermos oexposto abordado até aqui, se faz necessário vermos aspectos associados ao conceito de clínica fenomenológica, ou seja, as considerações sobre os diferentes significados do termo, a história e seus métodos e de onde nasceu a clínica psicológica fenomenológica. Importa-nos também vermos a perspectiva fenomenológica dentro dessa clínica e quais são suas características.

A HISTORICIDADE E A CLINICAFENOMENOLOGICA – O FOCO NA TERAPIA
Partindo do grego o termo fenomenologia vem de phainómenon, ou seja, fenômeno e quer dizer tudo aquilo que é passível de ser posto à luz, tudo aquilo que resplandece, iluminando-se (Campos, 2007), nesse sentido fenômeno seria aquilo que aparece à percepção. Todavia este termo convém a muitas ciências, tal como fenômeno físico, biológico, social, psicológico e...
tracking img