A cidade antiga

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 633 (158167 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
eBookLibris

A CIDADE
ANTIGA

Fustel de Coulanges
Tradução de Frederico Ozanam Pessoa de Barros


www.eBooksBrasil.org

--------------------------------------------------------------------------------

A Cidade Antiga
Numa-Denys Fustel de Coulanges (1830-1889)

Título original
La Cité Antique - Étude sur Le Culte, Le Droit, Les Institutions de la Grèce et de Rome

Tradução
©2006 Frederico Ozanam Pessoa de Barros

Versão para eBook
eBooksBrasil

Fonte Digital
Digitalização do livro em papel
Editora das Américas S.A. - EDAMERIS, São Paulo, 1961

© 2006 — Numa-Denys Fustel de Coulanges

--------------------------------------------------------------------------------

ÍNDICE

Prefácio
LIVRO PRIMEIRO: Antigas Crenças
Capítulo I: Crenças a respeito daalma e da morte
Capítulo II: O culto dos mortos
Capítulo III: O fogo sagrado
Capítulo IV: A religião doméstica
LIVRO SEGUNDO: A Família
Capítulo I: A religião foi o princípio constitutivo da família antiga
Capítulo II: O casamento
Capítulo III: Continuidade da família. Proibição do celibato. Divórcio em caso de esterilidade. Desigualdade entre filho e filha
Capítulo IV: Adoção eemancipação
Capítulo V: O parentesco, o que os romanos entendiam por agnação
Capítulo VI: O direito de propriedade
Capítulo VII: Direito de sucessão:
1.° — Natureza e princípio do direito de sucessão entre os antigos
2.° — O filho herda, e não a filha
3.° — Da sucessão colateral
4.° — Efeitos da emancipação e da adoção
5.° — O testamento, a princípio, não era conhecido
6.° —Antiga indivisão do patrimônio
Capítulo VIII: A autoridade na família:
1.° — Princípio e natureza do poder paterno entre os antigos
2.° — Enumeração dos direitos que compunham o poder paterno
Capítulo IX: A antiga moral da família
Capítulo X: A Gens em Roma e na Grécia:
1.° — O que os escritores antigos nos dão a conhecer a respeito da gens
2.° — Exame de algumas opiniões emitidas a fimde explicar a gens romana
3.° — A gens é a família mantendo ainda sua organização primitiva e sua unidade
4.° — Extensão da família: a escravidão e a clientela
LIVRO TERCEIRO: A Cidade
Capítulo I: A fratria e a cúria. A tribo
Capítulo II: Novas crenças religiosas:
1.° — Os deuses da natureza física
2.° — Relação dessa religião com o desenvolvimento da sociedade humana
Capítulo III:Forma-se a cidade
Capítulo IV: A cidade
Capítulo V: O culto do fundador. A lenda de Enéias
Capítulo VI: Os deuses da cidade
Capítulo VII: A religião da cidade:
1.° — Os banquetes públicos
2.° — As festas e o calendário
3.° — O censo e a lustração
4.° — A religião na assembléia, no senado, no tribunal e no exército, o triunfo
Capítulo VIII: Os rituais e os anais
Capítulo IX:Governo da cidade. O rei:
1.° — Autoridade religiosa do rei
2.° — Autoridade política do rei
Capítulo X: O magistrado
Capítulo XI: A lei
Capítulo XII: O cidadão e o estrangeiro
Capítulo XIII: O patriotismo. O exílio
Capítulo XIV: O espírito municipal
Capítulo XV: Relações entre as cidades. A guerra. A paz. A aliança dos deuses
Capítulo XVI: As confederações. As colônias
CapítuloXVII: O romano. O ateniense
Capítulo XVIII: Da onipotência do estado. Os antigos não conheceram a liberdade individual
LIVRO QUARTO: As Revoluções
Capitulo I — Patrícios e clientes
Capítulo II — Os plebeus
Capítulo III — Primeira revolução:
1.° — A autoridade política é tirada aos reis
2.° — História dessa revolução em Esparta
3.° — A mesma revolução em Atenas
4.° — A mesmarevolução em Roma
Capítulo IV — A aristocracia governa as cidades
Capítulo V — Segunda revolução. Transformações na constituição das famílias. Desaparece o direito de primogenitura. A gens se desmembra
Capítulo VI — Os clientes se libertam:
1.° — O que era, a princípio, a clientela, e como se transformou
2.° — A clientela desaparece de Atenas. A obra de Sólon
3.° — Transformação da...
tracking img