A ausência de personagens (heróis) negros na literatura infantil maranhense

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 74 (18295 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA NÚCLEO DE TECNOLOGIA PARA EDUCAÇÃO - UemaNet CURSO DE LICENCIATURA EM MAGISTÉRIO DAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL JÚNIA BRAGA DE ASSUNÇÃO ANDRADE SUELENE MARIA SILVA CONCEIÇÃO

A AUSÊNCIA DE PERSONAGENS (HERÓIS) NEGROS NA LITERATURA INFANTIL MARANHENSE

SÃO LUÍS 2009

JÚNIA BRAGA DE ASSUNÇÃO ANDRADE SUELENE MARIA SILVA CONCEIÇÃO

AAUSÊNCIA DE PERSONAGENS (HERÓIS) NEGROS NA LITERATURA INFANTIL MARANHENSE Apresentada na Escola Municipal Professor Dário Santos

Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado à Universidade Estadual do Maranhão - UEMA como pré-requisito para obtenção de grau de Licenciatura em Magistério das Séries Iniciais do Ensino Fundamental, do Núcleo de Tecnologia Para Educação - UemaNet.
Profª Anélci LucianeRêgo - orientadora Profª Esp. Walkiria Martins - co-orientadora

SÃO LUÍS 2009

JÚNIA BRAGA DE ASSUNÇÃO ANDRADE SUELENE MARIA SILVA CONCEIÇÃO A AUSÊNCIA DE PERSONAGENS (HERÓIS) NEGROS NA LITERATURA INFANTIL MARANHENSE

Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado à Universidade Estadual do Maranhão - UEMA como pré-requisito para obtenção de grau de Licenciatura em Magistério das Séries Iniciaisdo Ensino Fundamental, do Núcleo de Tecnologia Para Educação - UemaNet.

Aprovada em ____/____/____

BANCA EXAMINADORA

____________________________________________________________

______ Profª Anélci Luciane Rêgo - orientadora Universidade Estadual do Maranhão - UEMA

____________________________________________________________

______ Profª _______________________________Universidade Estadual do Maranhão - UEMA

____________________________________________________________

______ Profª _______________________________ Universidade Estadual do Maranhão - UEMA

AGRADECIMENTOS Aos autores Ana Maria Machado, Aroldo Macedo, Edmilson de Almeida Pereira, Júlio Emílio Braz, Lia Zatz, Lufe, Marcos Bagno, Rogério Andrade Barbosa, Sunny, e a tantos outros que vêem fazendo adiferença com suas belas obras, ajudando a contar a história do povo brasileiro.

RESUMO

A ausência de protagonistas negros(as) na literatura infantil escolar, em detrimento de uma identificação social positiva dos(as) alunos(as) negros(as) e afrodescendentes maranhenses. O presente trabalho, constituído através de uma abordagem etnográfica, obteve dados acerca do número elevado de alunos(as)negros(as) e afrodescendentes, que tinham como agravante a exposição à uma prática pedagógica de padrão excludente, sob conteúdos históricos de visão eurocêntrica e, o emprego maçante dos clássicos da literatura infantil, sugerindo e favorecendo unicamente personagens com características e fenótipos brancos. Para situar o problema inserido no contexto teórico, é elaborada uma resenha da origemdesses clássicos infantis e seus precursores, meio ao arcabouço de elementos históricos significativos que configuraram o passado dos negros durante o Brasil-Colônia, o Brasil-Império e o período pós-abolição da escravatura, estruturando uma assimetria social sustentada principalmente, pela ciência, até o século XIX. A apropriação do conhecimento e o domínio de valores europeus, incorporaram interessesdivergentes na sociedade brasileira, estabelecendo uma polaridade racial que desagrega e dificulta o sentimento nacional. Uma análise dessa regressão, sobre a formação do povo brasileiro, era de fundamental importância para o entendimento da situação vivida pelos negros na atualidade. Sugere-se como contribuições positivas, para uma prática pedagógica plural, eixos de aspectos favoráveis àancestralidade africana; o trabalho imagético benéfico das pessoas negras e, a adoção de uma literatura infantil que propicie a inclusão de contos africanos e/ou histórias que contemplem personagens negros como heróis. Considera-se que o processo obteve êxito, pois conseguiu-se desmistificar a invisibilidade do problema e, corroborar com a reconstrução da ação pedagógica, no sentido de valorização...
tracking img