A atuação cultural dos jovens negros na construção de alternativas à violência urbana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7777 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
IV Encontro Afro Cristão

Tema: JUVENTUDE NEGRA - SUJEITO DE DIREITOS

Subtema: POLITICAS PÚBLICAS

Autores:
Adriana de Lourdes Szmyhiel Ferreira
Gildo José dos Santos
Mayra Brito dos Santos Leite

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo contextualizar os aspectos enfrentados pelos jovens negros na sociedade contemporânea resultado de um processo histórico de negação de seusdireitos. Estes aspectos, na maioria dos casos, provocam conseqüências avassaladoras na vida destes jovens e de seus familiares que, na maioria dos casos, tem como consequência a morte. A sociedade brasileira, regida por um Estado Democrático de Direito, em que todos os cidadãos devem ter seus direitos garantidos, ainda apresenta dados que contrariam os princípios consagrados na carta magna. Osaltos níveis de desigualdade e injustiça social existente em nossa sociedade, principalmente nas regiões mais periféricas, demonstram um cenário de negação de direito, sobretudo no tocante aos direitos fundamentais dos jovens negros, seja, a vida e saúde. A base do presente artigo é um Trabalho de Conclusão de Curso intitulado: “DESAPARECIDOS DE MAIO DE 2006: UMA HISTÓRIA SEM FIM UM DESAFIO PARA OSERVIÇO SOCIAL NA PERSPECTIVA DE DIREITOS HUMANOS”. A intencionalidade do trabalho em tela é provocar uma discussão que contemple a difícil sobrevivência dos jovens negros, os dados estatísticos, com recorte racial, uma breve contextualização do processo de luta do movimento negro, as políticas públicas específicas, bem como a possibilidade de um caminho construído pelos jovens que acabe e/oudiminua a mortalidade da juventude negra. A ênfase do trabalho, que tomamos como base, levou em consideração a questão religiosa, por meio de falas, colhidas durante entrevistas com as familiares que tiveram seus filhos vitimas de violência e também sofreram violência ao buscarem os seus direitos. A violência que marcou o episódio, fruto do trabalho referência, manifestou-se em suas diversas faces, poisceifou a vida de 493 pessoas, sendo sua maioria, jovens negros, deixando 4 desaparecidas e mitigou o exercício de cidadania de muitas famílias.

Palavras chaves: Jovens negros – Violência – Estado - Religiosidade

“o homem é o único ser vivo que planeja, a extinção da própria espécie. Os animais lutam, mas não fazem guerra. O homem é o único primata que planeja oextermínio dentro de sua própria espécie e o executa entusiasticamente e em grandes dimensões...” (ENZENSBERGER, H.M. 1995:9).

Introdução

A violência contra a população negra no Brasil está longe de ser um fenômeno pertencente ao passado, os podres frutos colhidos no enraizamento do preconceito e exploração dos negros no período da escravatura, contaminam a sociedade com a exclusão e o aindaexistente genocídio do segmento negro no país. Os jovens negros ainda estão sofrendo na carne as conseqüências do processo histórico brasileiro, sendo a parcela da população que apresenta piores condições de moradia, escolaridade, empregabilidade e ainda caracteriza-se como o grupo que mais sofre com a violência urbana.
Ainda que tenha havido conquistas no âmbito legal, vemos que muito deve-se avançarna consolidação destas diretrizes e garantias estabelecidas em leis, pois tem havido um aumento dos homicídios de negros no país, ou seja, é expressivo o retrocesso do Brasil nos resultados de combate à discriminação racial e garantias efetivas de melhores condições de vida a essa população.
Muitos movimentos sociais e instituições religiosas assumem o papel do Estado no tocante a assistência àspessoas vítimas da violência, como iremos explicitar ao longo do artigo. A fé e as práticas religiosas são uma alternativa para muitas famílias que vivenciaram casos violentos e encontram na religiosidade um apoio para o enfrentamento e superação do sofrimento e uma válvula de escape ao sentimento de indignação. Cabe ainda chamarmos a atenção para a notória apropriação da expressão cultural,...
tracking img