A arte no romantismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1730 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A arte no Romantismo




Romanticism in Art




[1]Paula Rossi Anzolin

SATC, Santa Catarina

[2]Tamiris Brígido

SATC, Santa Catarina

[3]Otávio Schlickmann

SATC, Santa Catarina

[4]Vamber Cabral

SATC, Santa Catarina




Resumo

O presente trabalho se propõe a pesquisar sobre o períodohistórico-cultural denominado romantismo. O estudo aponta as principais características históricas e sociais vividas na época fazendo sua ligação com as formas de expressão artísticas presentes no período como, arquitetura, escultura e pintura. Há, também, como conclusão da pesquisa, um breve comentário sobre a presença do romantismo no Brasil.

Palavras-chave: Revolução, Exagero,Sentimentalismo, Liberdade




Abstract

This paper aims to research the historical and cultural period known as Romanticism. The study shows the main features of historical and social lived at the time doing his connection with the present forms of artistic expression in the period such as architecture, sculpture and painting. There, too, like completing the survey, a brief commenton the presence of romanticism in Brazil.

Keywords: Revolution, Exaggeration, Sentimentality, Freedom






1. Contexto histórico-social




Entende-se como romântico o período referente ao século XIX. Uma época marcada, principalmente, por mudanças na estrutura social ocasionadas pela Revolução Industrial e Francesa.

A Europa se agitava com a luta dasclasses operárias. O povo clamava por igualdade e liberdade. Ao mesmo tempo em que crescia o poder político e ideológico da burguesia.

Tais aspectos refletem na arte com a utilização de temas como o nacionalismo e a sentimentalidade popular.

Pode-se afirmar, então, que o artista romântico se define por palavras como: “revolução” e “liberdade”. Em seus estudos sobre o temaPROENÇA (2007) afirma:




Enquanto os artistas neoclássicos voltavam-se para a imitação da arte Greco-Romana e dos mestres do Renascimento italiano, submetendo-se às regras determinadas pelas escolas de belas-artes, os românticos procuravam se libertar das convenções acadêmicas em favor da livre expressão da personalidade do artista. (p. 175)




O contexto histórico,político, social e cultural da época fazem com que a arte absorva um caráter de transgressão, impulsionada pelos ideais revolucionários franceses.

A luta e os apelos da revolução não impediram a ascensão da burguesia. A desilusão com tais causas levou muitos românticos a uma situação de marginalidade.




2. Características gerais do romantismo:


É característicado estilo o Individualismo. Os românticos libertam-se da necessidade de seguir formas reais de intuito humano, abrindo espaço para a manifestação da individualidade, muitas vezes definida por emoções e sentimentos.
Outro aspecto, sempre presente nas obras, é o Subjetivismo. O romancista trata dos assuntos de forma pessoal, de acordo com sua opinião sobre o mundo. Trata-se sempre de umaopinião parcelada, dada por um individuo que baseia sua perspectiva naquilo que as suas sensações captam.
Há uma forte presença, também, da Idealização. Empolgado pela imaginação, o autor idealiza temas, exagerando em algumas de suas características. Tal característica está associada também ao Sentimentalismo exacerbado. Praticamente todos os poemas românticos apresentam sentimentalismo já queessa escola literária é movida através da emoção, sendo as mais comuns a saudade, a tristeza e a desilusão. O romântico analisa e expressa à realidade por meio dos sentimentos. E acredita que só sentimentalmente se consegue traduzir aquilo que ocorre no interior do indivíduo relatado.

Tem-se ainda a prática do Egocentrismo. Como o nome já diz, é a colocação do ego no centro de tudo....
tracking img