A arte de argumentar.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5940 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ABREU, Antônio Suarez. A Arte de Argumentar.São Paulo, Ateliê Editorial, 2001.

“Todos nós teríamos muito mais êxito em nossas vidas, produziríamos muito mais e seríamos muito mais felizes, se nos preocupássemos em gerenciar nossas relações com as pessoas que nos rodeiam, desde o campo profissional até o pessoal. Mas para isso é necessário saber conversar com elas, argumentar, para queexponham seus pontos de vista, seus motivos e para que nós também possamos fazer o mesmo.” (pg. 10)

“Escrevi este livro para convencer as pessoas de que não basta ser inteligente, ter uma boa formação universitária, falar várias línguas, para ser bem-sucedido. Meu objetivo é convencê-las de que o verdadeiro sucesso depende da habilidade de relacionamento interpessoal, da capacidade de compreender ecomunicar idéias e emoções.” (pg. 10)

“Já é coisa sabida que o mais importante não são as informações em si, mas o ato de transformá-las em conhecimento. As informações são os tijolos e o conhecimento é o edifício que construímos com eles. Mas onde é que vamos buscar esses tijolos? A maior parte das pessoas os obtém unicamente dentro da mídia escrita e falada. (...) Na verdade, a mídia nosoferece uma espécie de “visão tubular” das coisas. É como se olhássemos apenas a parte da realidade que ela nos permite olhar, e da maneira como ela quer que nós a interpretemos.” (pg. 11)

“Por meio da leitura, podemos, pois, realizar o saudável exercício de conhecer as pessoas e as coisas, sem limites no espaço e no tempo. Descobrimos, também, uma outra maneira de transformar o mundo, pelatransformação da nossa própria mente. Isso acontece, quando nós adquirimos a capacidade de ver os mesmos panoramas com novos olhos.” (pg. 14)

“Quando entramos em contato com o outro, não gerenciamos apenas informações, mas também a nossa relação com ele. Um bom dia, um muito obrigado, as formas de tratamento (você, a senhora) tudo isso é gerenciamento de relação. Muitas vezes, ao introduzirmos umassunto, construímos antes uma espécie de “prefácio gerenciador de relação”. (...) (pg. 17)

“Às vezes um diálogo é puro gerenciamento de relação.” (...) (pg. 18)

(...) “No espaço público, até mesmo por motivo de sobrevivência pessoal, as pessoas procuram, com maior ou menor sucesso, gerenciar, além de informação, a relação.” (pg. 18)

“No plano da vida pessoal, não é diferente. Quantaspessoas nós conhecemos, gente famosa, bonita, rica, com prestígio, mas extremamente infeliz, por não saber se relacionar com o outro! A verdade é que ninguém vive feliz sozinho, mas, ao mesmo tempo, temos medo de nos relacionar com o próximo. “ (...) (pg. 19)

(...) “Há pessoas que vestem uma espécie de armadura virtual para se defender. O tempo passa e elas não percebem que essa armadura não asestá protegendo, está apenas escondendo as feridas de sua solidão. (...) Nós nunca estamos diante de pessoas prontas. Ao contrário, é no relacionamento com o outro que vamos nos construindo como pessoas humanas e ganhando condições de sermos felizes.” (...) (pg. 20)

(...) “O poder que alguém tem sobre mim é uma concessão minha! Explosões de raiva, ameaças, acusações não revelam poder, masfraqueza! Minhas ações são a fonte do poder do outro.” (pg. 21)

“Argumentar é a arte de convencer e persuadir. CONVENCER é saber gerenciar informação, é falar à razão do outro, demonstrando, provando. Etimologicamente, significa VENCER JUNTO COM O OUTRO (com + vencer) e não CONTRA o outro. PERSUADIR é saber gerenciar relação, é falar à emoção do outro. A origem dessa palavra está ligada ápreposição PER, “por meio de” e SUADA, deusa romana da persuasão. Significava “fazer algo por meio do auxílio divino”. Mas em que CONVENCER se diferencia de PERSUADIR? Convencer é construir algo no campo das idéias. Quando convencemos alguém, esse alguém passa a pensar como nós. Persuadir é construir no terreno das emoções, é sensibilizar o outro para agir. Quando persuadimos alguém, esse alguém...
tracking img