A arquitetura do grupo team x

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2899 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TEAM X
“O último evento de divulgação do Movimento Moderno enquanto "movimento" (pelo menos a maioria dos historiadores assim atribuem) foi o X Congresso Internacional de Arquitetura Moderna realizado em Dubrovinik em 1956, sob a direção do TEAM X. No IX Congresso, em 1953, em Aix-en-Provence, os arquitetos Peter e Alison Smithson, Aldo Van Eyck, Bakema e Candilis reivindicariam para eles aorganização do X CIAM, cujo tema seria "O Habitat", no qual introduziriam os conceitos de identidade e crescimento urbano. O Movimento Moderno, antes de ser uma linguagem, uma estética arquitetônica, como foi transformado nos últimos anos, foi uma atitude ética ante a vida. Neste sentido, o papel da arquitetura e do arquiteto foi importante na mudança dos hábitos sociais, na abolição da propriedadeprivada, no planejamento das cidades e na crença de um homem universal em sua essência. Exatamente por essas aproximações com os ideais socialistas, comunistas e anarquistas, que muitos arquitetos engajaram-se na luta política e nos partidos. Os CIAM aglutinavam, congregavam e planejavam os novos rumos do Movimento; pelo menos foi até os dois últimos Congressos. Mesmo com o final dos CIAM a essênciados ideais do Movimento Moderno perdurou, acentuando-se no final dos anos 50 e durante as efervescentes décadas de 60 e 70. Estabelecendo-se uma mudança de direção, os objetivos e ideais já não correspondiam, em sua totalidade, aos ideais preconizados pela geração anterior. Após a Segunda Guerra Mundial, algumas ciências humanas como a Antropologia Cultural, a Psicologia, e a Teoria daComunicação de Massa adquiriram grande importância para a crítica arquitetônica. Uma das maiores críticas em relação ao Movimento Moderno foi justamente aquela que constatou a perda da identidade das cidades e do significado da arquitetura. O Estruturalismo colocou em check toda uma série de valores da sociedade através do relativismo cultural, ou seja, que todos os valores são determinados pelasespecificidades culturais. Com o aporte da Antropologia, da Sociologia acentuou-se o interesse pelas sociedades primitivas, pelo exótico, pelo "pensamento selvagem", pela figura do "bricoleur" proposto por Lévi-Strauss, como forma de pensamento equivalente ao pensamento científico. Não só através da ciência se poderia chegar ao conhecimento das coisas, do mundo, mas também através do conhecimento mítico, etambém das artes. Neste período acontece, no universo das artes, a arte Pop americana com seus " ready-mades", a "collage", a arte psicodélica, a arte naif, a arte bruta, a op arte, a arte concreta, o expressionismo abstrato, as instalações, "fluxus"," happenings", o gosto pela arte africana e oriental.
Os anos 50-60 caracterizaram-se, a grosso modo, pela redescoberta de tudo o que havia sidorelegado pelo racionalismo. Foi o ressurgimento do surrealismo, as experiências sensoriais retiradas do oriente, o uso das drogas como libertação e expansão da mente. Era maio de 68. O existencialismo, a cultura "", o neo-realismo no cinema italiano, "on the road", a cultura "hippie", o "flower power". O mundo se transbordava de cores com o advento da fotografia colorida.
Da contribuição doestruturalismo resultaram três manifestações interessantes na arquitetura. A primeira, que foi buscar na antropologia, na arquitetura popular e vernacular, novas formas mais apropriadas de conceber o espaço. A segunda, que tomou a palavra ao pé da letra e foi buscar na estrutura a verdade e a pureza da forma, como a corrente do Novo Brutalismo; e por último, uma terceira que se utilizou da história comoestrutura projetual, como o grupo Tendenza.
É exatamente nesse período, que surgem as propostas de reestruturação da sociedade européia, ressentida dos horrores da segunda Guerra Mundial e bastante descrente do sistema e da condição humana. No panorama internacional, e principalmente europeu, surgiu uma série de manifestações arquitetônicas como o Novo Empirismo na Suécia, o Novo Brutalismo...
tracking img