A agua em rio claro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6892 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A água em Rio Claro com ênfase no rio Ribeirão Claro.

Este trabalho tem como objetivo contar a história do rio Ribeirão Claro, o processo de degradação que este vem sofrendo, sua importância para cidade, e o que está sendo feito para sua recuperação.

A importância do rio na história de Rio Claro.
Em conseqüência da descoberta do ouro em Cuiabá, Mato Grosso, desde 1719, intrépidos paulistaspara lá se dirigiram, preferindo o perigoso caminho dos sertões de Araraquara, para evitar as febres do roteiro do rio Anhembi (Tietê). Bandeirantes e aventureiros aqui se fixaram, construindo as primeiras casas em suas propriedades, às margens do Ribeirão Claro. Tornou-se esse rincão o pouso dos viajantes dos sertões.
Em 1817, Joaquim Galvão de França e Manoel de Barros Ferraz requerem aprimeira sesmaria nos sertões do Morro Azul, logo depois vendida; grande parte dessa gleba transformou-se mais tarde, na fazenda Ibicaba, dedicada à fabricação de açúcar e criação de animais. No ano seguinte foi concedida a segunda sesmaria à família Goes Maciel e, três anos depois, uma outra concessão aos irmãos Pereira, no lugar denominado Ribeirão Claro, onde formaram uma grande fazenda de criação -o “Curral dos Pereiras”.
A partir das concessões de sesmaria, começaram a chegar fazendeiros abastados, trazendo escravos, agregados, força e dinheiro. Dentre os primeiros colonizadores destacaram-se os Costa Neves, Os Góes, Paes de Arruda, Senador Vergueiro, Paes de Barros, Cardoso de Negreiros e outros. Mais tarde, imigrantes suíços e alemães foram introduzidos pelo Senador Vergueiro, atravésde sua colônia Agrícola de Ibicaba que, não se ajustando fixaram-se na área urbana. O Padre Delfino (Delfin da Silva Barbosa), quando celebrou missa na sesmaria do Corumbataí, de seu amigo Francisco da Costa Alves, trouxe consigo a imagem de São João, que passou a ser o padroeiro da região. Os habitantes do local, pleiteando a vinda do Padre para perto de seus lares, construíram uma casa paroquiale uma igrejinha, improvisada nas terras de Manoel Pais Arruda, em torno da qual surgiram novas construções, casas residenciais e de comércio.
À vista dessas iniciativas, Pais Arruda e Manoel Afonso Taborda doaram como Patrimônio de São João Batista, a área para edificação da futura cidade e de igreja definitiva. Continuava ainda o Padre Delfino na capelinha improvisada quando, em 1827, o Povoadofoi elevado à categoria de Curato. Somente no ano seguinte se transferiu para a nova matriz ainda inacabada e, em 1830, foi elevada a Freguesia com o nome de Capela Curada de São João do Rio Claro. Grandes dinamizar essa atividade, foi concedida à Companhia Paulista de Estrada de Ferro a ligação entre Campinas e Rio Claro, inaugurada em 1876. Uma nova Ferrovia, ligando Rio Claro a São Carlos eAraraquara, foi construída entre 1881 e 1885, pela Companhia de Estradas de Ferro do Rio Claro, mais tarde adquirida pela Companhia Paulista, atual FEPASA.
A cidade foi fundada com o nome de "São João Batista do Ribeirão Claro".
Em 20 de dezembro de 1905, seu nome foi simplificado para Rio Claro, alterada por força da Lei Estadual no 975, de 20 de dezembro de 1905.

A Água em Rio Claro.
Oproblemático fornecimento de água em Rio Claro, até 1885, ocorria por meio de poços domiciliares, de nascentes ao longo do Córrego da Servidão (o mais famoso, o “Bicão”, na avenida dezoito, entre as ruas quatro e cinco) e de chafarizes espalhados em pontos estratégicos da área urbana (o principal, construído na “Praça da Liberdade” em 1884, após diversas iniciativas malogradas).
A partir de 1885, umainovação técnica, a pena-d’água, permitiu controlar o consumo de água (o sistema constituído por registro, com um furo igual ao diâmetro do tubo de uma pena de pato, passando a água). Tal sistema, custoso, era utilizado em residências de pessoas com poder aquisitivo mais avantajado; em clubes, hospitais, e talvez, indústrias.
A água captada do Córrego da Servidão, com o crescimento da população,...
tracking img