A agressividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5003 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A AGRESSIVIDADE NA 1ª E 2ª INFÂNCIA: OBSERVAÇÕES E INTERVENÇÕES NO AMBIENTE ESCOLAR   Roberta Espote 1 - UFTM - roberta.espote@hotmail.com Conceição Aparecida Serralha 2 - UFTM - serralhac@hotmail.com Marília de Souza Silva 3 - UFTM - marilia_souza1@hotmail.com Tarcila Barboza Silva 4 - UFTM - tarcila_silva7@hotmail.com Selene Aparecida Vilela Arruda 5 - UFTM - selvilela10@hotmail.com

Aagressividade no ser humano é um tema complexo, sendo contínua e persistentemente estudados, em especial, os fatores que levam à sua manifestação de forma mais intensa. Dentre os estudos realizados, alguns, de cunho essencialmente biológico, se referem a alterações neuroquímicas cerebrais na origem de comportamentos agressivos, como os trabalhos de Lima (2005) e Gauer (2001). A tendência tem sidorelacionar a agressividade com um baixo nível de produção de serotonina no cérebro – substância responsável pela redução do medo e com função calmante –, como relatam Strüber, Lück e Roth (2006; 2005). Outros estudos, segundo Bauer (2008), têm sido muito influenciados pela teoria sociobiológica de Richard Dawkins, defensor da ideia de que “os seres vivos não são nada mais do que ‘máquinas de combate’governadas por um bocado de genes” (p. 44). Contudo, nenhum estudo, quer seja sobre a disposição genética do indivíduo, quer seja sobre déficits orgânicos ou neuroquímicos, pode responsabilizar esses fatores isoladamente por comportamentos agressivos. A ocorrência de graves lesões cerebrais na infância, inclusive, pode ser resultado de fatores psicossociais. Segundo Strüber et al (2006; 2005), acombinação entre fatores orgânicos e psicossociais como a qualidade do relacionamento inicial entre mãe e bebê, vivências de maus-tratos e abusos, negligência dos pais, rupturas e conflitos vividos constantemente na família, criminalidade no ambiente próximo e extrema pobreza, pode ser potencialmente importante para a manifestação de uma alta agressividade e da violência.                                                            
1 2

 Graduanda do Curso de Psicologia ‐ UFTM   Doutora em Psicologia Clínica. Professora da Disciplina de Psicologia do Desenvolvimento I do Curso de  Psicologia – UFTM.  3  Graduanda do Curso de Psicologia ‐ UFTM  4  Graduanda do Curso de Psicologia – UFTM  5  Graduanda do Curso de Psicologia ‐ UFTM 

2   

Neste artigo, pretende-se discutir alguns dos casos encontrados em umtrabalho interventivo realizado com famílias de crianças pequenas – 06 meses a 06 anos de idade – altamente agressivas, em que, pelo fato de os comportamentos agressivos se manifestarem mais no ambiente escolar do que no familiar, houve necessidade de observar a criança e intervir também no contexto escolar. O estudo teve por base a teoria do amadurecimento emocional de Winnicott, que entende quedificuldades na interação dos cuidadores com a criança podem recrudescer a agressividade desta.

A AGRESSIVIDADE NO BEBÊ E NA CRIANÇA PEQUENA

Para Winnicott (1999) a agressividade tem origem na motilidade, presente mesmo antes do nascimento nas evoluções do bebê dentro do útero, e nas tensões ou excitações instintuais, que têm em si uma destrutividade não intencional, e que o bebê, por suaimaturidade, não tem condições de reconhecê-las como partes de si-mesmo. De acordo com Dias (2003), se as condições necessárias ao bom desenvolvimento do bebê são propiciadas, “a motilidade funde-se à tensão instintiva” (p. 182), uma vez que, segundo Winnicott, “existe em toda a criança essa tendência para movimentar-se e obter alguma espécie de prazer muscular no movimento, lucrando com a experiência demover-se e dar de encontro com alguma coisa” (1999, p. 104). A teorização de Winnicott (1990a) reconhece que, à medida que o bebê amadurece, os movimentos deste precisam encontrar algo que se oponha a eles para ser percebido. A mãe tem um papel essencial neste processo. Ela passa a esperar ser descoberta pelos movimentos do bebê e ao perceber o amadurecimento de...
tracking img