A afetividade na aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2882 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Afetividade Na Aprendizagem
Sandra Regina De Paula 1
Moacir Alves de Faria 2

Resumo
Para haver aprendizagem deve haver troca, e para
haver troca, essa troca deve ser permeada de afeto.
Precisamos não só ensinar o currículo, mas ensinar a
amar, a ter empatia com o outro, e isso só se dá
através do afeto e da afetividade. Para isso
precisamos da família e do lúdico, pois é a através dolúdico que podemos ensinar com afeto.

Palavras-chave: Educação, aprendizagem, afetividade.

1. Introdução
Este trabalho foi desenvolvido depois da leitura do Livro do Celso Antunes, A
construção do Afeto, a partir do qual pude perceber que só se estimula e só se ensina
através do afeto e do carinho.
No transcorrer do trabalho explorar-se-á uma seção sobre a afetividade e seu
papel naaprendizagem, onde será mencionada a importância do afeto e da autoestima
e a relação democrática que deve haver entre educando e educador. A
importância do olhar do educador em relação aos educandos, também se fará presente
no desenvolvimento desta seção.
Na segunda seção falar-se-á sobre a importância da família dentro do
desenvolvimento infantil e sobre como a afetividade deve permear nafamília, pois uma
criança só é feliz e bem resolvida se for amada. Também abordará a relação que deve
haver entre a família.
Será desenvolvida ainda uma seção sobre o lúdico e seu papel dentro do
processo educacional. O lúdico como recurso de aprendizagem, sua importância tanto
educativa quanto como um jogo, enfocando a interação entre os educandos.
Todo o trabalho foi baseado em autores comoPaulo Freire, Piaget, Vygotsky,
Wallon, Celso Antunes, e dentro das seções poder-se-á observar várias citações
desses autores, mestres da arte de educar.
Lembrando que este trabalho é voltado à afetividade e que ela deve permear o
trabalho do professor dentro da sala de aula, visto que somos espelho e modelos a
sermos copiados por nossos educandos.

2. A Afetividade na Aprendizagem
Educar nãosignifica apenas repassar informações ou mostrar um caminho a
trilhar, que o professor julga ser o certo. Educar é ajudar o educando a tomar
consciência de si mesmo, dos outros e da sociedade em que vive, bem como de seu
papel dentro dela. É saber aceitar-se como pessoa e principalmente aceitar ao outro
com seus defeitos e qualidades. É, também, oferecer diversas ferramentas para que apessoa possa escolher o seu caminho, entre muitos. Determinar aquele que for
compatível com seus valores, sua visão de mundo e com circunstâncias adversas que
cada um irá encontrar.
O educador é, sem dúvida, a peça mestra nesse processo de educar
verdadeiramente, devendo ser encarado como um elemento essencial e fundamental.
Quanto maior e mais rica for sua história de vida e profissional, maioresserão as
possibilidades de desempenhar uma prática democrática efetiva que eduque
positivamente.
Sobre esse assunto Nóvoa (1991) afirma que “não é possível construir um
conhecimento pedagógico para além dos professores, isto é, que ignore as dimensões
pessoais e profissionais do trabalho docente”. Porém, não se quer dizer, com isso, que
o professor seja o único responsável pelo sucesso ouinsucesso do educando durante
sua vida educativa, mas sim, que o seu papel é de vital importância, seja como pessoa
ou como profissional.
Para que haja esse processo educativo efetivo é necessário que algo mais
permeie essa relação aluno-professor. É esse algo a mais que falta em diversas
instituições de ensino. A afetividade, uma relação mais estreita entre o educando e o
educador.
Ainter-relação entre os sentimentos, os afetos e as intuições na construção do
conhecimento tem sido enfatizada por diversos autores.
Snyders (1986) afirma que quando se ama o mundo, esse amor ilumina e ajuda
a revelá-lo, a descobri-lo. O amor não é o contrário do conhecimento e pode tornar-se
lucidez, necessidade de compreender, alegria de compreender. Mauco (1986) comenta
que a educação afetiva...
tracking img