A ética protestante e o espírito do capitalismo”

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1076 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Ética Protestante e o Espírito do Capitalista
Max Weber - Livraria Pioneira Editora -11 edição

1) Resumo
Para o alemão Weber o desenvolvimento do espírito capitalista teve grande influência das ideias religiosas do seculo XVI. Surgiu com a Reforma de Lutero o novo conceito de vocação, desta forma, começava a surgir a valorização do cumprimento do dever. “A única maneira de viveraceitável para Deus não estava na superação da moralidade secular pela ascese monástica, mas sim no cumprimento das tarefas do século, imposta ao indivíduo pela posição no mundo.”O efeito da Reforma, em contrastes com a concepção católica foi aumentar a ênfase moral e o prêmio religioso para o trabalho secular e profissional.” Segundo Lutero, a profissão do indivíduo era vista como uma dádiva ou um domespecial que Deus tinha lhe dado e sua posição na sociedade era um preenchimento da vontade de Deus.
O autor apresenta os principais representantes históricos do protestantismo ascético e evidencia a interrelação existente entre os diversos movimentos, se destaca entre eles, os Calvinistas (com a doutrina da predestinação), o qual foram essenciais na formação e no fortalecimento do modernoespírito capitalista. Segundo o autor, a principal diferença entre o calvinismo e o catolicismo está na eliminação completa da salvação por meio da Igreja e dos Sacramentos, pois os protestantes acreditavam na sua salvação através da graça de Deus. Para os católico quanto mais “santa” fosse a vida do indivíduo mais deveria se afastar das atividades cotidianas e já no calvinismo a idéia era de se provarsua fé na atividade secular. “O homem deve, para estar seguro de seu estado de graça, trabalhar o dia todo em favor do que lhe foi destinado.” A ideia era trabalhar e usar racionalmente o dinheiro para as coisas de Deus, ou seja, não se gastava dinheiro com o prazer ou consumo próprio e nem o buscavam por ganância ou ânsia de se ter mais e mais. O principal pecado era a perda de tempo, pois umahora perdida representava uma perda de trabalho para glorificação de Deus, e a falta de vontade de trabalhar representava um sintoma da ausência do estado de graça. Portanto, o trabalho e acúmulo de riquezas eram vistos não mais como um pecado ou afastamento de Deus, ao contrário eram bençãos divinas se adquiridas no propósito religioso.
Weber destaca também o movimento do Pietismo que buscavauma conexão entre a predestinação e a doutrina da prova, ou seja, os pietistas tinham o enfoque na prática religiosa. Talvés a principal diferença entre os calvinistas e os pietistas estava no intuito destes de “gozar a vida” ou seja “gozar a bem aventurança da comunidade com Deus nesta vida”. Para os pietistas, Deus abençoava seus escolhidos através do sucesso em seu trabalho.
Já o movimentodo Metodismo tinha um carater sistemático e metódico no sentido da obtenção da graça divina. Para os metodistas as obras são os meios pelos quais podemos avaliar o estado de graça de alguem desde que fossem realizadas para a glória de Deus.
Por fim, as Seitas Batistas diferenciavam, em princípio, da doutrina calvinista, pois para os batistas o dom da salvação ocorre mediante a revelaçãoindividual, ou seja, pela ação do espírito de Deus no indivíduo, rejeitando assim a doutrina da predestinação, que foi substituída pela ideia da ”Espera” pela ação do Espírito (“meeting”, quakers). Mas com a necessidade dos crentes viverem no mundo e se relacionarem com os nao crentes surgiu a vocação estritamente de carater econômico, uma conduta de vida profissional que tinha como filosofia de vida “a honestidade é a melhor política”, este foi um grande aspecto básico do espírito do capitalismo. Portanto, o novo conceito de vocação, sua atuação na vida profissional e o estado de “graça“ religiosa, ou seja a salvação pela graça, eram comuns em todos os movimentos.
As ideias do protestantismo opunha-se a vontade de usufruir das riquezas e restringia seu consumo, especialmente a...
tracking img