A ética de virtude em finanças

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1448 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A ÉTICA DA VIRTUDE EM FINANÇAS - DOIS ARTIGOS DE DOBSON
Dobson, buscando demonstrar o papel da ética em finanças, diz que “A teoria econômico-financeira promulgou seu tipo particular de hedonismo. Assumindo que a única motivação razoável para o comportamento humano é a maximização da riqueza pessoal, sancionou e promoveu tal comportamento entre a comunidade financeira.” (Dobson, 1993, p. 57).Sob esse prisma, diz que a ética em finanças tende a ser vista apenas dentro do rígido conceito da teoria financeira, e que, por isso, assume o papel ambíguo e subserviente de legitimar alguns objetivos materialistas. Afirma que a atual concepção de ética, como uma restrição ao comportamento, é ilógica, pois sanciona comportamentos não éticos se estes levarem a ganhos financeiros; nessa mesmalinha de raciocínio, crítica os que afirmam que o comportamento ético é uma restrição necessária e desejável por manter o nível de confiança no mercado.

Partindo das observações acima, Dobson coloca que “por definição, a ética preocupa-se com as motivações para o comportamento humano. Não é possível determinar se um indivíduo é ético pela observação de suas ações, isto só pode ser determinado pelaobservação de suas motivações para aquelas ações.” (Dobson, 1993, p. 57). A partir disso, Dobson oferece uma abordagem baseada na ética da virtude; chama essas virtudes desejáveis de “bens internos”, os quais seriam o objetivo último de todo o esforço humano. É uma ética baseada no agente e que depende do bom julgamento moral do mesmo; deste modo a acumulação de riqueza pode então ser vista emum contexto mais balanceado, como uma função necessária dos mercados financeiros, mas não como o objetivo último de todo o esforço humano nesta ou em qualquer esfera. Os primeiros passos para essa mudança de paradigma seriam a teoria econômico-financeira reconhecer seu papel normativo e assumir explicitamente que motivos comportamentais outros, que não a maximização da riqueza, são ao mesmo tempodesejáveis e realistas.

Em artigo publicado em 1997, Dobson indica como atributos para a busca da excelência: virtudes, comunidade, bom julgamento moral e exemplos. A seguir, sua visão de cada um deles.

O Papel das Virtudes

“A virtude é uma qualidade humana adquirida, cuja posse e exercício tende a permitir-nos alcançar aqueles bens que são internos” (Alasdair MacIntyre, 1984, apudDobson, 1997, p. 16).

O Papel da Comunidade

Na ética da virtude, a racionalidade é uma racionalidade compartilhada, com uma concepção compartilhada daquilo que é realmente (essencialmente) desejável em todo esforço humano. Essa concepção deve ser legitimada e corroborada pelas organizações e instituições que controlam e dirigem a atividade humana.

O Papel do Julgamento Moral

A ética davirtude rejeita a abordagem calcada em regras para a educação moral. A ética da virtude é um processo em busca da excelência, que admite a manutenção ou quebra de regras desde que conduzam a excelência. Neste contexto, seguir o aparato legal não deve ser visto como uma atitude necessariamente ética, mas sim como o fundamento a partir do qual o ideal profissional naquela atividade deve serperseguido.

©RAE- eletrônica - vol. 1 · nº 1 · jul-dez/2002 www.rae.com.br/eletronica 9FINANÇAS – A RESPEITO DE ÉTICA E FINANÇAS Luís Fernando Moreira
O Papel dos Exemplos Morais

O aprendizado moral não consiste primariamente no aprendizado de regras, mas na aquisição de exemplos pertinentes. Um modelo adequado pode ser didaticamente mais efetivo do que um conjunto de máximas comportamentais. Osconflitos e ambigüidades estão no cerne da abordagem baseada no agente. Esta é a razão pela qual a habilidade de fazer bons julgamentos morais é tão crítica e o conhecimento através da observação de exemplos, dentro de um sistema organizacional que alimenta tal conhecimento, é crucial.

Ética da Virtude e o Profissional de Finanças

Segundo o autor, a ética da virtude fornece o que nos é...
tracking img