Zona do euro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 36 (8778 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ
CAMILLA DOS PASSOS
FERNANDA PEREIRA
KEYLA KÉZYA SILVÉRIO
MÔNICA FERREIRA

TEORIA E PRÁTICA CAMBIAL: DEZ ANOS DO EURO


















ITAJAÍ
2012
INTRODUÇÃO

O comércio diz respeito a todos. Independentemente da nossa profissão e do local onde vivemos, a política comercial afeta diretamente o nosso quotidiano. Semas trocas comerciais, a nossa vida seria muito diferente. Basta pensarmos no café ou no chá que bebemos todos os dias ao pequeno-almoço, nos carros que conduzimos, nos computadores de que dependemos cada vez mais e nas férias que passamos em outros continentes.
A globalização faz com que cada vez mais países, ricos ou pobres, participem na economia mundial, expondo-os a uma maiorconcorrência. Este processo está a mudar o nosso modelo de comércio mundial e a influenciar cada vez mais o nosso dia-a-dia.
Se for bem gerido, o desenvolvimento do comércio pode representar uma oportunidade de crescimento econômico. Para tal, a competitividade da economia européia e o estabelecimento de regras internacionais comuns são fundamentais.
A União Européia é uma parceria econômica epolítica única entre 27 países europeus.
Durante meio século, garantiu a paz, a estabilidade e a prosperidade, ajudou a melhorar os níveis de vida, criou uma moeda única européia (o euro) e um mercado único sem fronteiras onde as pessoas, as mercadorias, os serviços e os capitais circulam livremente.
A UE surgiu logo após a Segunda Guerra Mundial. O primeiro passo consistiu emincentivar a cooperação européia: os países com relações comerciais são economicamente dependentes, o que ajuda a evitar os conflitos.
Desde então, a UE tornou-se um grande mercado único com uma moeda comum, o euro. O que começou como uma união puramente econômica converteu-se numa organização ativa em inúmeras áreas, que vão da ajuda ao desenvolvimento à política do ambiente.
A UE promoveos direitos humanos e a democracia e tem os objetivos de redução das emissões mais ambiciosos do mundo para combater as alterações climáticas. Graças à eliminação dos controles nas fronteiras entre os países da UE, as pessoas podem agora circular livremente em quase todo o seu território. Também passou a ser agora muito mais fácil viver e trabalhar noutro país da UE.
10º aniversário do euroe do Eurosistema: Em 1 de janeiro de 2009, comemorou-se o 10.º aniversário do euro e do Eurosistema.
Exatamente dez anos antes,
- o euro foi introduzido, primeiro como meio de pagamento eletrônico (as notas e moedas de euro entraram em circulação em 2002);
- o BCE e os bancos centrais dos países da União Européia que iriam adotar o euro formaram o “Eurosistema”; e
-a autoridade monetária sobre a nova moeda foi transferida para o Conselho do BCE.
Atualmente, a moeda única é utilizada numa área que se estende de Chipre à Irlanda e de Portugal à Finlândia. Mais de metade dos Estados-Membros da União Européia já adotaram o euro.

O EURO

Moeda comum a 17 dos 27 países da UE, diariamente utilizada por cerca de 327 milhões de europeus, oeuro é a prova mais tangível da integração europeia. O euro foi introduzido inicialmente, em 1 de Janeiro de 1999, apenas como moeda virtual nas operações de pagamento que não envolviam notas e moedas, bem como para fins contabilísticos. Posteriormente, em 1 de Janeiro de 2002, foram introduzidas as notas e moedas de euro.
O euro(€ ) é a moeda oficial de 17 dos 27 países da UE . Esses países,que constituem a chamada zona euro , são os seguintes:
Áustria
Bélgica
Chipre
Estónia
Finlândia
França
Alemanha
Grécia
Irlanda
Itália
Luxemburgo
Malta
Países Baixos
Portugal
Eslováquia
Eslovénia
Espanha
No mundo inteiro, mais de 175 milhões de pessoas utilizam moedas...
tracking img