Zaine

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1907 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic] Universidade Anhanguera - Uniderp
Serviço Social
Disciplinas: Serviço Social na Contemporaneidade e Sociedade e Família
Professoras EDA: Ma Elaine Cristina Vaz V. Gomes, Ma Laura Rosa Santos, Ma Edilene Xavier Rocha Garcia.
Tutor Presencial: Sandra Duarte
Nome: Eva Vilma F. de Silva RA: 326559Atividades Avaliativas das disciplinas

1. Filosofia Aplicada ao Serviço Social;
2. Responsabilidade Social e Meio Ambiente;
3. Sociologia;

Senhor do Bonfim-Bahia-Brasil
2011.2

Tema 01: Filosofia Aplicada ao Serviço Social

Aula 02 – Ser Humano

Cultura é tudo aquilo que não é natureza, ou seja, tudo o que é produzido peloser humano. Por exemplo: a terra é natureza e o plantio é cultura. Uma das características da nossa sociedade é a grande diversificação interna. A diferenciação básica decorre do fato de que a população se posiciona de modos diferentes no processo de produção. Há diferenças de renda, de estilos de vida, de acesso às instituições públicas tais como escola, hospital, centros de lazer. Da mesmaforma, a diversificação acompanha a variedade de paisagens regionais do país. Assim, ao estudarmos cultura no Brasil, podemos nos preocupar em saber o que seria a cultura nacional, ou qual seria a importância dos meios de comunicação de massa na vida do país, ou indagarmos sobre a cultura das classes sociais ou sobre a cultura popular. A partir de uma idéia de refinamento pessoal, cultura setransformou na descrição das formas de conhecimento dominantes nos Estados nacionais que se formavam na Europa e apartir da Idade Média.

Senhor do Bonfim-Bahia-Brasil
2011.2

Tema 02: Filosofia Aplicada ao Serviço Social

Aula 01 – O Conhecimento

Os conteúdos desenvolvidos sobre teoria do conhecimento são recortes pontuais de uma história de abordagens do problema do conhecimento. A Teoria doconhecimento, como o próprio nome sugere, é uma abordagem teórica sobre o conhecimento. É necessário, porém, ter uma noção clara sobre esse aspecto “teórico” do saber, afinal, boa parte do que entendemos por conhecimento não é “teoria”, mas é habilidade, hábito, destreza. Exemplo emblemático é a habilidade de falar a língua portuguesa. Não é necessário conhecer a teoria da Língua Portuguesa(gramática) para falar português: basta estar em contato com o modo como os falantes da língua se comunicam. Mas de que serve então a gramática? Sua função não é ensinar a falar, tarefa que seria inútil, já que todos falam. A gramática ensina a estrutura histórica da fala, como ela foi se constituindo a partir da prática da comunicação e quais influências ela sofreu do contexto cultural, econômico e social dopovo. Não se pode dizer que, em língua, a teoria cria a prática. Mas é certo que uma prática de comunicação vai elaborando, historicamente, uma gramática. O conteúdo O problema do conhecimento, trata da definição platônica do conhecimento. Platão é o primeiro filósofo a examinar sistematicamente o problema do conhecimento. Embora haja controvérsia sobre vários pontos da noção de conhecimento emPlatão, os historia-dores são consensuais sobre o fato de Platão ter delimitado um critério formal para o saber: a razão. Dramatizando literariamente suas divergências com sofistas célebres, como Protágoras, Platão escreveu obras que exploraram as contradições lógicas embutidas nas teses epistemológicas de seus contemporâneos. 

Senhor do Bonfim-Bahia-Brasil
2011.2

Tema 03: Filosofia Aplicada aoServiço Social

Aula 03 – História da Filosofia

A Filosofia não só tem história, mas consiste nesta própria história. Se pretendêssemos defini-la, verificaríamos que a definição jamais poderia compreender ou abranger todo o definido, que por ser um processo que transcorre no tempo, mostra-se refratário a qualquer tentativa de imobilização no seu conceito. O filósofo pensa, situa-se no...
tracking img