Yyhyy

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (294 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Da mesma forma que as teorias científica e clássica, a abordagem humanística foi alvo de veementes críticas: negação do conflito entre empresa e os trabalhadores; restrição a um númeropequeno de variáveis e da amostra; concepção utópica do trabalhador, uma vez que a visão idealizada não constatava com a prática; ênfase excessiva nos grupos, sendo sua influência limitada erepresentando apenas um dos fatores capazes de alterar o nível de
produtividade; não apresenta uma visão sócio-econômica realista das relações empresa-
funcionários, entre outras.Contudo, cabe ressaltar que a abordagem humanística levantou aspectos que, pela primeira vez, começaram a ser analisados com seriedade dentro do contexto organizacional. Como bem observaChiavenatto (op.cit.), a experiência de Hawthorne, realizada por Mayo e sua equipe, marca, ao longo de sua duração, o início de uma nova teoria calcada em valores humanísticos naAdministração, deslocando a preocupação colocada na tarefa e na estrutura para a preocupação com as pessoas.
Segundo Ferreira (op. cit.) o que se busca hoje não é muito mais do que um objetivo traçadopela abordagem humanística: “manter as pessoas trabalhando efetivamente, ao mesmo tempo em que há permissão para que os indivíduos desenvolvam seu potencial e encontrem seu lugar nasociedade”.
Segundo Chiavenatto (op.cit.), dentro da abordagem humanística, os pesquisadores se deparam com a civilização industrializada que torna as empresas preocupadas exclusivamente comsua sobrevivência financeira e maior eficiência para o alcance dos lucros. Sendo assim, torna-se indispensável conciliar e harmonizar as duas funções básicas da organização industrial: afunção econômica (produzir bens ou serviços para garantir o equilíbrio externo) e a função social (distribuir satisfações entre os participantes para garantir o equilíbrio interno).
tracking img