Xenofobia na europa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1355 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Xenofobia na europa: Os padrões atuais de migração internacional



Casos xenofóbicos têm tido repercussão internacional. As mortes por motivo de xenofobia têm se tornado pauta de agências nacionais e supranacionais, as quais buscam reprimir esse tipo de intolerância social. Mas por que a xenofobia tem aumentado? Por que na Europa?


por Fernanda Cristina de Paula

||
| |

|[pic]|


Em 2008, foi constatado na Rússia que provavelmente 300 pessoas (em cinco anos) foram mortas por ataques xenofóbicos. Recentemente, os dois filhos de uma advogada sofreram seguidas agressões verbais e físicas de alunos da escola em que estudavam, na Espanha, por serem brasileiros. Em julho de 2011, aproximadamente 80 pessoas morreram em uma explosão de bomba e fuzilamento, realizadospor um extremista político com motivos xenofóbicos, na Noruega.
O termo xenofobia se originou na psicologia e é utilizado para designar uma doença: o medo patológico de estrangeiros. Enquanto patologia, a xenofobia se constitui em um medo ou aversão irracional, sem motivos justificáveis. No entanto, atualmente, o termo faz referência a outro fenômeno: os casos de preconceito, discriminação eviolência física contra estrangeiros; tudo isso baseado em um discurso não irracional, mas sustentado (principalmente) por ideais de nacionalismo e discussões sobre crise econômica.
Atualmente, houve o aumento de notícias sobre casos de xenofobia, principalmente na Europa. Mas qual seria a causa desse aumento? Por que há uma concentração desses casos na Europa? Qual a relação entre migrantes,nacionalismo e crise econômica?
FLUXOS MIGRATÓRIOS
A proliferação de casos de xenofobia é o reflexo de um padrão e de uma nova intensidade dos fluxos migratórios. Compreender esses fluxos e padrões migratórios ajuda no entendimento da xenofobia enquanto problema social.
Migração é a mudança de residência de um indivíduo ou grupo para outra unidade administrativa (ou seja, outro país, estado oumunicípio). As causas da migração podem ser variadas: busca por novas oportunidades de emprego, busca por melhor qualidade de vida, refugiados por motivos de desastres naturais, guerras, fome ou perseguição (religiosa, étnica, cultural) no seu país de origem. Três fatores caracterizam, atualmente, a migração internacional: (1) padrão de migração, (2) maior facilidade de viajar pelo planeta e se comunicarcom pessoas de qualquer parte do mundo, (3) necessidade de países receberem migrantes.
|[pic] |
|[pic] |
|[pic] |
| |
|baixa taxa de natalidade |
|Todos os países europeus apresentam taxa de |
|natalidade baixa demaispara manter seu |
|atual nível populacional, segundo um estudo |
|abrangente de análise demográfica feita pelo|
|Instituto Max Planck, de Rostock, Alemanha, |
|divulgado na revista alemã Pesquisa |
|Demográfica em Primeira Mão. |
|Segundo os pesquisadores, nenhum dos Estados|
|europeus atingiu o chamado "nível de |
|substituição" da média de 2,1 filhos por|
|mulher, por meio do qual a geração dos |
|filhos pode substituir a de seus pais. Com |
|vista ao número de nascimentos, a Europa |
|está dividida em dois grupos de países. Os |
|países com taxas acima de 1,7 filho por |
|mulher, que mais se aproximam da média do |
|nível de substituição, são França, Reino |
|Unido, Irlanda e Escandinávia, com médias |
|entre...
tracking img