Wilian gilbert

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4613 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de Física

Assunto: William Gilbert


"HÁ UMA FORÇA MOTRIZ MAIS PODEROSA QUE O VAPOR, A ELETRICIDADE E A ENERGIA ATÔMICA: A VONTADE.”
ALBERT EINSTEIN

Índice:

Biografia
Estudos de Gilbert
De Magnete
Magnetismo e Eletricidade
Bibliografia







Biografia
William Gilbert nasceu em Colchester em 24 de Maio de 1544. Foi médico de Elizabeth I e James I, e foium físico pesquisador nos campos do magnetismo e eletricidade.
Ingressou aos 14 anos de idade no St. John's College, em Cambridge e aí se formou em medicina.
Concluído o doutoramento em 1569, partiu para Londres. Tornou-se membro do Royal College of Physicians em 1570 e aí ocupou cargos de notável importância, que culminaram com a presidência, em 1600. Viajou a seguir pela Europa e voltou aLondres (1573), para exercer o cargo de censor, tesoureiro e conselheiro do Colégio Real de Médicos e tornando-se médico da rainha Elisabeth I. Com grande prestígio médico, porém passou à história como pesquisador de eletricidade e magnetismo.
(Casa onde Gilbert viveu)
O principal trabalho de Gilbert foi De Magnete, Magneticisque Corporibus, et de Magno Magnete Tellure (Sobre os ímãs,os corpos magnéticos e o grande imã terrestre) publicado em 1600,em vários volumes. Em seu trabalho descreve diversas de suas experiências com seu modelo de terra chamado terrella.

(Terrela)
Das experiências, ele conclui que a Terra era magnética e esse era o motivo pelo qual as bússolas apontam para o norte (anteriormente, era se dito que isto se devia a estrela polar ou as grandes ilhasmagnéticas no pólo norte que atraiam a bússola). Em seu livro, ele também estudou eletricidade estática usando âmbar; em grego, âmbar é chamado elektron, então, Gilbert decidiu chamar isso de eletricidade.
Ele foi o primeiro a usar os termos de força elétrica, atração elétrica, e pólo magnético. Ele também foi o primeiro intérprete na Inglaterra da mecânica celestial copérnica, e postulou queestrelas fixas não estão todas a mesma distância da Terra.
A unidade de força magnetomotriz, também conhecida como potencial magnético é nomeado de Gilbert em sua homenagem, esta unidade C.G.S. de força magnetomotriz, vale 0, 7958 ampère-espira.
Inventou um tipo de eletrômetro para avaliar atrações elétricas e descobriu a imantação por indução e a perda do magnetismo por aquecimento.(Gilbert faz uma demonstração prática para a rainha Elizabeth)
A importância do trabalho de Gilbert foi sentida mais fortemente na Inglaterra, onde ele é considerado o fundador do método experimental e o introdutor da teoria de Copérnico. Em 1657, o arquiteto e astrônomo inglês Christopher Wren (1632-1723), em seu discurso inaugural como professor de astronomia no Gresham College, em Londres,referiu-se a ele como o pai da nova filosofia. Seus livros, pedras e instrumentos foram doados ao Colégio Real de Médicos, que infelizmente foi destruído com o grande incêndio de Londres de 1666. Outros objetos foram perdidos com a destruição parcial da casa onde Gilbert nasceu, em Colchester, durante a segunda guerra civil do país, em 1648.
Após as experiências de Gilbert, o conhecimento domagnetismo avança pouco durante 200 anos, enquanto os
estudos de eletricidade ganham impulso.
Para além de ser um médico notável, foi um notável conferencista e anfitrião. Gilbert costumava reunir um grupo de estudiosos na sua casa, em Colchester, para debater todos os problemas da época. Durante o reinado da rainha Elizabeth I tornou-se o homem de ciência mais distinto de Inglaterra e ao serconvidado para médico pessoal da rainha, instituiu na corte o hábito de se realizarem reuniões periódicas, que depois se tornaram regulares e mensais, levando à formação da Royal Society, instituição que exerceu papel fundamental no desenvolvimento da ciência inglesa.
Faleceu em Londres a 30 de Novembro de 1603. Postumamente foi publicada a obra “De Mundo Nostro Sublunari Philosophia Nova”,...
tracking img