Weber

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1087 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1.INTRODUÇÃO

A metodologia de Émile Durkheim empenha-se na constituição da sociologia como uma ciência empírica. Ele crítica as “generalidades filosóficas” das quais tentam intregar conhecimentos empíricos difusos e obtidos em rigor em torno de um suposto fato social.
De acordo com Durkheim seria necessário, um conjunto de regras que determinassem o modo como às diversas ciênciasdevem concorrer exaltando a sociologia como uma ciência com realidade própria.
O objetivo do presente trabalho foi descrever as idéias de Durkheim frente ao estudo da sociologia.























2.DESENVOLVIMENTO

É considerado o fundador da sociologia moderna. Para ele as pessoas sao influenciadas pela sociedade com regras rígidas estabelecidas eformas padrao de comportamento e pensamento, a qual ele chama de consciencia coletica.
Acreditava-se que a sociedade seria beneficiada pelo processo educativo. Para ele a educacao e uma socializadao da geracao jovem para geracao adulta, e quanto mais eficiente for o processo, melhor sera o desenvolvimento da sociedade.
A sociedade e a sintese gerada pela associacao dos invididuos, a qualproduz uma realidade que apresenta existencia e concretudes proprias, independente das motivacoes individuais. Desta forma, a realidade social e como um plano independente, com regras e dinamicas proprias. Nessa perspectiva diz que a sociedade era uma realidade sui generis.
Procurou desenvolver uma analise demonstrando suas concepcoes basicas e sua preocupacao dominante de apresentar umtrabalho sociologico científico, na medida em que possui o mesmo padrao de observacao vigente nas ciencias naturais. A partir desse pensamento o individuo e considerado apenas como uma peca de uma grande engrenagem e a sua participacao individual nao teria grande representatividade na orgnizacao social, a nao ser para cumprir uma funcao determinada e controlada pelas normas ditadas pela sociedade.Durkheinh é altamente polêmico devido ao seu interesse em demonstrar que a sociologia e uma ciência com a realidade própria, independente, objetiva e exclusivamente sociologia. Por outro ladro, apresenta certos conceitos cruciais a compreensao de seu pensamento da consciencia coletiva, repesentacoes coletiva, solieridade social, mecanica e orgânica, coerção, anomia, moral, e o estudo dasolieriedade pertence ao dominio da sociologia.
A sociologia deve estudar os fatos sociais, os quais possuem três características; coerção social, exterioridade, poder de generalização. Os fatos sociais apresentam vida própria, sendo exteriores aos indivíduos e injetado neles a ponto de virarem hábitos. Segundo Durkheim o homem, mais do que formador da sociedade, é um produto dela, essa teoriaalém de caracterizar a educação como um bem social, a normas sociais e a cultura. Só há fato social quando existe uma organização definida como regras juridicas, dogmas religiosos, morais. As consciências individuais são formadas pela sociedade, ela e oposta ao idealismo, de acordo com o qual a sociedade e moldada pelo espirito ou pela consciência humana. A construção do ser social, feita em boaparte pela educação e a assimilação pelo individuo de uma série de normas e principios sejam morais, religiosos, éticos ou de comportamento que baliza a conduta do individuo num grupo.
O modo como o homem age esta sempre condicionado pela sociedade, logo a sociedade é que explica o individuo, as formas de agir apresentam um tríplice caráter necessário para emancipar a sociologia a qual secaracteriza como a ciencia dos fenomenos sociais da outras ciencias do homem e, em especial, da psicologia. A sociologia se apresenta como uma ciencia independente das outras ciencias, à medida que possui seu proprio objeto e metodo de um modo geral, a primeira iniciativa para a constituicao de uma sociologia cientifica era determinar seu objeto Social e seu metodo comparativo.
Durkhein...
tracking img