Visita a olaria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Goiás

Diego Augusto Neves Pereira

Relatório de Visita à Olaria Imace

Goiânia
2012
Universidade Federal de Goiás

Diego Augusto Neves Pereira

Relatório de Visita à Olaria Imace


Relatório apresentado a disciplina Materiais deConstrução ministrada pelo professor Enio Pazini

Goiânia
2012
Introdução
Os alunos da escola de engenharia civil da universidade federal de Goiás matriculados na matéria materiais de construção, fizeram uma visita técnica organizada pelo professor Enio Pazini à Olaria Imace. A visitação foi acompanhada pela Arquiteta Mariangela e o monitor Johnantan. O intuito da visita, foi o conhecimento doprocedimento de produção de blocos cerâmicos e telha cerâmica e o maquinário envolvido. A visitação à olaria Imace ,localizada em Guapó no estado de Goiás, se realizou no período matutino. Fomos acompanhados por um funcionário da olaria o qual nos explicou todo o processo de produção.

Desenvolvimento

1-Separação da argila
O inicio se dá na mistura da argila por um maquinário. Essa etapa temcomo finalidade se obter uma argila com a quantidade de areia correta. Caso a argila apresente muita areia obteremos blocos cerâmicos com baixa resistência. Se tivermos pouca areia teremos como resultado blocos cerâmicos de menores tamanhos. Ou seja, a argila é laminada e destorroada a fim de se diminuir a granulometria e reduzir futuras quebras.

2-Umidificação da argila misturada
A argilamisturada é umidificada a fim de se fazer correções nas características químicas e mineralógicas da massa, eliminando componentes prejudiciais e melhorando a trabalhidade. Isto garante a plasticidade, para que a massa seja submetida a conformação.
3-Passagem pela maquina extrusora
Na maquina extrusora é retirado o ar da argila, a fim de se ter uma mistura homogênea e assim maximizar suascaracterísticas de resistência à compreensão e sua plasticidade. Ao sair da maquina extrusora a argila passa continuamente por um molde ou boquilha tomando a forma deste, gerando então uma coluna continua, com forma já definida, a qual é selecionada em comprimentos apropriados, formando telhas, tijolos maciços e furados, lajotas, entre outros. Na Olaria Imace se tem uma maior saída de telhas, portanto sefazem primeiro as mesmas e depois com o resto da produção são fabricados os blocos cerâmicos.
Para a fabricação de telhas a argila não sai da extrusora com o formato da telha, mas sim em formato cilíndrico. O qual depois do corte é umidificado em uma espuma com óleo diesel e colocada em um molde de uma maquina a qual realiza a prensagem, tornando a argila na forma da telha desejada. A umidificaçãocom o óleo diesel tem como objetivo evitar que a argila grude no molde de prensagem.
4-Corte e acabamento
Depois de passar pela maquina exxtrusora a argila segue para os cortadores, os quais podem ser automáticos ou manuais. No caso da olaria visitada se tinha cortadores manuais, ou seja, uma pessoa ficava responsável pelo corte. Os cortadores são utilizados para deixar as peças nas dimensõesdesejadas.
Alguns blocos cerâmicos, porém são descartados depois do corte, devido a defeitos apresentados por presença de pequenas pedras. Então eles retornam para o começo da produção.

5-Secagem
A secagem consiste na eliminação da água utilizada a fabricação das peças, é a fase do processo que antecede a queima, sendo de crucial importância no processamento, peças com secagem deficiente podemapresentar defeitos como fissuras e deformações, implicando em perdas do produto ou prejuízo para a qualidade. Além disso, peças com umidade excessiva aumentam o ciclo de queima consequentemente o consumo de combustível (lenha). Durante a saída da água a peça sofre uma retração linear, o que reduz as dimensões iniciais da peça, se essa saída não for homogênea poderá trincar, empenar ou...
tracking img