Visita ao parque municipal da catacumba

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1078 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Estácio de Sá
Curso de Gestão Ambiental
Disciplina: Gestão de Ecossistemas e Biodiversidade
Campus I – Centro
Aluno: Ricardo Soares

VISITA AO PARQUE MUNICIPAL DA CATACUMBA


Capítulo I: Considerações iniciais:

A importância da visita técnica, se faz, pela oportunidade de desenvolver o caráterpesquisador e aprender a identificar na prática os conceitos adquiridos na Universidade, em um Parque Natural de grande visitação.

Capítulo II: Caracterização da área > Histórico:

Pouco se sabe sobre a posse da Chácara da Catacumba. Ela pertencera a Baronesa da Lagoa Rodrigo de Freitas que ao falecer, deixou-a para seus escravos que passaram a se considerar os donos da terra.Em 1925, o Estado, subdividiu-a em lotes que foram vendidos; Um longo processo jurídico começou então, quando os herdeiros da Baronesa pleitearam reintegração de posse. Os primeiros casebres apareceram na década de 30 mas o verdadeiro crescimento da favela se deu em 1942 com a chegada de uma leva de migrantes vindos do Maranhão.
A Favela, que parecia uma massa uniforme para oobservador desatento estava, na verdade, dividida em três partes. A Zona mais próxima a Ipanema era chamada de Passarinheiro, a do meio, conhecida por Maranhão e a terceira junto à Curva do Calombo era chamada de Café Globo. O acesso à Favela da Catacumba se dava por 15 entradas que levavam às suas 1500 casas, 79% das quais de madeira.
A área total ocupada pela Favela era de105.000m² e a população flutuava em torno de 10.000 pessoas.
O Ex-Governador da Guanabara Carlos Lacerda, foi o idealizador de um discutido programa de favelas e de remoção dos seus habitantes para Conjuntos Habitacionais.
A Favela da Catacumba foi removida em 1970, durante o governo de Negrão de Lima, sucessor de Carlos Lacerda. Os habitantes foramtransferidos, principalmente, para os Habitacionais da Vila Kennedy, da Cidade de Deus e do Guaporé-Quitungo. As pessoas foram separadas em diferentes grupos e deslocadas para muito longe de seus locais de trabalho. Com a divisão da comunidade e com o passar do tempo, as relações de amizade e ajuda mútua difundiram-se e a comunidade deixou de existir como tal.

HistóricoAmbiental:

A trilha que leva ao mirante no alto do morro do Sacopã atravessa uma floresta em regeneração. O replantio foi iniciado após a remoção da Favela da Catacumba em 1970. Hoje, graças ao reflorestamento, é possível desfrutar de uma caminhada muito agradável até o topo do morro.
Na década de 1990 através de uma parceria estabelecida entre aSecretaria Municipal de Meio Ambiente, Fundação Parques e Jardins e o Núcleo de Pesquisa em Design do Centro Universitário da Cidade, foi possível desenvolver o primeiro projeto de sinalização interpretativa e de educação ambiental da trilha.
Em 2003, foi aprovada a lei federal que criou o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza. O Parque da Catacumba, até entãoconsiderado parque urbano, foi elevado ao status de unidade de conservação pelos seus atributos naturais relevantes. O Parque passou a denominar-se Parque Natural Municipal da Catacumba.
Muitas informações disponíveis ao longo da trilha foram preservadas da sinalização original pelo seu conteúdo histórico que muito se mistura com a própria história do Parque. Espera-se destaforma estar colaborando com a formação de cidadãos conscientes da importância da preservação do patrimônio histórico e ambiental da cidade.

Capítulo III: Desenvolvimento da visita > Caracterização das áreas:


Características de Aventura

|Arvorismo |Caminhadas

Características Histórico-Culturais

|Exposição...
tracking img