Virus e fungos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5405 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
IF – Campus Barbacena
Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas
Profª: Isabella Campello
Annyellen Rodrigues de Souza

Vírus e Fungos
Trabalho acadêmico com vistas à aprovação em Microbiologia, apresentado à Prof. Isabela Campello. Turma 1 do 2º Período, do Curso de Ciências Biológicas do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais — Campos Barbacena.

Barbacena/Minas GeraisDezembro de 2011
Introdução
Este trabalho procura destacar as principais características, os tipos, a reprodução e a estrutura dos seres que pertencem ao grupo de vírus e ao reino Fungi.
Os vírus como parasitas obrigatórios do interior celular somente se reproduzem pela invasão e possessão do controle da maquinaria de auto-reprodução celular. Já os fungos são um vasto grupo de organismosheterotróficos classificados como um reino pertencente ao Domínio Eukaryota, um grupo no qual se inclui organismos de dimensões consideráveis, como os cogumelos, mas também muitas formas microscópicas, como bolores e leveduras. Foram já descritas cerca de 70.000 espécies, mas talvez existam até 1,5 milhões de espécies, sendo que a maioria ainda está a ser identificada e descrita pelos micologistas.
Oestudo dos mesmos, é de suma importância para se conhecer a forma de vida desses indivíduos e consequentemente se obter avanços na cura de patogenias relacionadas aos mesmos, assim como saber sobre os benefícios que eles possam nos oferecer ou simplesmente para reunir informações que possibilitem maior conhecimento dos seres naturais.


1.Vírus
Vírus vem do latim vírus que significa veneno,toxina. O termo é atualmente utilizado para descrever os vírus biológicos, além de designar, metaforicamente, qualquer coisa que se reproduza de forma parasitária. Eles são uma partícula basicamente proteica que pode infectar organismos vivos, ou seja, são agentes infecciosos muito pequenos medindo cerca de 0,2 ηm de diâmetro. Devido à sua pequena proporção os estudos sobre eles só foi possíveldepois do surgimento do microscópio eletrônico onde eles puderam ser visualizados, já que antes disso os pesquisadores nem podiam imaginar partículas sub-microscópicas sendo agentes infecciosos. Essa possibilidade veio com as inovações tecnológicas dos anos 80 e 90 que permitiram a identificação de diversos novos vírus humanos. Com tudo isso, hoje já sabemos que os vírus precisam de célulashospedeiras para viver e são encontrados em todos os tipos de organismos, mas nem todos são causadores de doenças. Os vírus trocam informações genéticas diretamente com os organismos vivos, a maior parte deles, conhecidos e não conhecidos, é persistente, inócua, não patogênica e pode permanecer dormente por longos períodos ou então se replicar em taxas lentas e estáveis, escapando da resposta imunológica.1.2Características Gerais

Apesar de todas as informações que nos rondam hoje após pesquisas e experimentos científicos, uma questão ainda não foi totalmente respondida, que é sobre os vírus serem ou não seres vivos, pois são formados basicamente por uma cápsula proteica envolvendo o material genético, que, dependendo do tipo de vírus, pode ser o DNA, RNA ou os dois juntos, que são os chamadoscitomegalovírus. Os vírus não têm qualquer atividade metabólica quando fora da célula hospedeira, eles não podem captar nutrientes, utilizar energia ou realizar qualquer atividade biossintética. Obviamente eles se reproduzem, mas diferentemente de células os vírus replicam-se através de uma estratégia completamente diferente. Eles não crescem e duplicam seu conteúdo para então dividir-se em duascélulas filhas, eles invadem células, o que causa a dissociação dos componentes da partícula viral; esses componentes então interagem com o aparato metabólico da célula hospedeira, subvertendo o metabolismo celular para a produção de mais vírus.
Cientificamente surgem diversos debates sobre a questão de os vírus serem ou não seres vivos, e isso é resultado de diferentes percepções sobre a...
tracking img