Violencia domestica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6033 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

A violência doméstica é um problema que atinge milhares de crianças, adolescentes e mulheres. É um problema que não costuma obedecer algum nível sócio cultural específico, como poderiam pensar alguns.
Sua importância é relevante sob dois aspectos; primeiro, devido ao sofrimento indescritível que imputa às suas vítimas, muitas vezes silenciosas, em segundo, porque,comprovadamente, a violência doméstica, incluindo aí a Negligência Precoce e o Abuso Sexual, podem impedir um bom desenvolvimento físico e mental da vítima.
Segundo o Ministério da Saúde, as agressões constituem a principal causa de morte de jovens entre 5 e 19 anos. A maior parte dessas agressões provém do ambiente doméstico. O Unicef estima que diariamente 18 mil crianças e adolescentes sejamespancados no Brasil. Os acidentes e as violências domésticas provocam 64,4% das mortes de crianças e adolescentes no País, segundo dados de 1997.

Violência Doméstica, segundo alguns autores, é o resultado de agressão física ao companheiro ou companheira. Para outros o envolvimento de crianças também caracterizaria a Violência Doméstica.A vítima de Violência Doméstica, geralmente, tem poucaauto-estima e se encontra atada na relação com quem agride, seja por dependência emocional ou material. O agressor geralmente acusa a vítima de ser responsável pela agressão, a qual acaba sofrendo uma grande culpa e vergonha. A vítima também se sente violada e traída, já que o agressor promete, depois do ato agressor, que nunca mais vai repetir este tipo de comportamento, para depois repeti-lo.Para entender a violência doméstica, deve-se ter em mente alguns conceitos sobre a dinâmica da violência doméstica, como por exemplo: Violência Física, Violência Psicológica, Negligência, Síndrome do bebê Sacudido, Síndrome de Münchausen, Violência Sexual e Violência Verbal.
Há milhares de mulheres que sofrem de alguma forma de violência nas mãos dos seus maridos e namorados em cada ano. Sãomuito poucas as que contam a alguém - um amigo, um familiar, um vizinho ou à polícia. As vítimas da violência doméstica provêm de vários estilos de vida, culturas, grupos, várias idades e de todas as religiões. Todas elas partilham sentimentos de insegurança, isolamento, culpa, medo e vergonha.
É bastante surpreendente o fato do padrasto e da madrasta agredirem muitíssimo menos que os paisbiológicos, ao contrário do que pode se pensar ou se apregoar culturalmente. Surpreende também os números muito próximos do pai e da mãe como agressores.
Na tabela abaixo, são mostrados dados sobre o tipo da violência e o tipo do agressor, notando-se claramente a questão da negligência ser bastante mais comum vindo das mães do que dos pais e, mais curioso ainda, muitíssimo mais das mães biológicasque das madrastas. Mesmo a Violência Sexual foi mais comum entre os pais biológicos que padrastos.
TIPO DE VIOLÊNCIA POR AGRESSOR
|AGRESSOR |FÍSICA |SEXUAL |PSICOL. |NEGLIG. |TOTAL |
|PAI |374 |77 |134 |67 |652 |
|MÃE |423|4 |43 |109 |579 |
|PADRASTO |81 |47 |20 |0 |148 |
|PAI E MÃE |79 |1 |0 |11 |91 |
|TIO(A) |50 |10 |24 |2 |86 ||COMPANHEIRO/MARIDO |41 |0 |13 |1 |55 |
|IRMÃO(Ã) |25 |0 |3 |0 |28 |
|AVÔ(Ó) |12 |3 |6 |3 |24 |
|MADRASTA |13 |0 |4...
tracking img