Violencia contra a mulher

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANDREZA ELVIRA ROSA
ÉRICA DA SILVA DE FARIA
SOLANGE APARECIDA MARTINS
TATHIANA SOUZA BARBOSA









ESPÉCIES EXÓTICAS INTRODUZIDAS NO BRASIL















UBÁ - MG
2009
ANDREZA ELVIRA ROSA
ÉRICA DA SILVA DE FARIA
SOLANGE APARECIDA MARTINS
TATHIANA SOUZA BARBOSA








ESPÉCIES EXÓTICAS INTRODUZIDAS NO BRASIL









Trabalho referente àdisciplina de Ecologia II do 6º Período do Curso, noturno, de Ciências Biológicas, Escola de Ciências Naturais e Exatas _ ECiNE, Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG ao professor Fabrício Oliveira Ramos.







UBÁ, 26 DE OUTUBRO DE 2009.
SUMÁRIO


1- INTRODUÇÃO 2
2- TIPOS DE INTRODUÇÃO DE ESPÉCIES EXÓTICAS 3
3- POTENCIAL INVASIVO DE UMA ESPÉCIE 3
4- PROBLEMASDECORRENTES DA INTRODUÇÃO DE ESPÉCIES EXÓTICAS 5
5- MEDIDAS PREVENTIVAS 6
6- ESPÉCIES EXÓTICAS NO BRASIL 7
6.1- Café _ Coffea arabica L. 7
6.2- Cão _ Canis familiaris Linnaeus 8
6.3- Capim braquiária _ Brachiaria decumbens Stapf. 9
6.4- Capim-gordura _ Melinis minutiflora 10
6.5- Caramujo-gigante africano _ Achatina fulica 11
6.6- Carpa _ Cyprinus carpio 13
6.7- Eucalipto _ Eucalyptus robustaSm. 14
6.8- Goiabeira _ Psidium guajava L. 15
6.9- Jaca _ Artocarpus heterophyllus 16
6.10- Limão _ Citrus limon (L.) Burm. f. 17
6.11- Mangueira _ Mangifera indica L. 17
6.12- Mexilhão _ Perna perna 18
6.13- Pinus _ Pinus sp. L 19
6.14- Rato _ Rattus norvegicus 21
6.15- Rato _ Rattus rattus 22
6.16- Tilapia _ Oreochromis sp. 23
6.17- Búfalo doméstico_ Bubalus bubalis 23
6.18- Abelhaafricana_Apis mellifera 24
6.19- Algaroba_Prosopis juliflora 25
7- CURIOSIDADES 25
8- REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 26

1- INTRODUÇÃO

Ao longo da história da humanidade observa-se que em seus deslocamentos em busca de novos territórios, o homem levou consigo diversas espécies de plantas e de animais a ponto de muitas delas se tornarem, ao longo do tempo, quase indispensáveis ao modo de vidade muitas sociedades. Entretanto, uma parcela dessas espécies, ao ser introduzida em um novo ambiente, gerou efeitos negativos sobre ele, sobre as populações humanas residentes, sobre seus recursos e/ou bens, outras ao serem introduzidas não causam impactos ao ambiente. Ambas são reconhecidas como espécies exóticas que podem ser definidas como espécies que se instalam em locais onde não sãonaturalmente encontradas. As maneiras pelas quais essas espécies chegam e se instalam nessas novas localidades são diversas, uma delas está ocorrendo de forma acidental nos últimos 50 anos, devido à intensificação dos transportes terrestres, aéreos e marítimos.
Sabe-se, por exemplo, que habitats alterados pelo homem e de climas quentes são mais propensos à instalação de espécies exóticas do que habitatsconservados. O fato é que hoje em dia essas espécies invasoras representam um grande risco à biodiversidade no Planeta. Isso acontece porque, em muitos casos, a chegada de espécies exóticas invasoras a um determinado habitat altera o equilíbrio ecológico local. Muitas dessas espécies, por possuírem determinadas características - como ciclo reprodutivo rápido, baixa demanda nutricional,parasistismo, etc - acabam por se tornar pragas, crescendo e multiplicando rapidamente e alocando recursos que antes eram suficientes para o bem estar de todas as espécies naquele habitat. Esse desequilíbrio no habitat geralmente tem graves conseqüências, especialmente nas espécies nativas do habitat, que podem morrer, e se forem específicas daquela região, podem ser extintas.
A introdução de espéciesexóticas no Brasil vinculadas a atividades antrópicas, de forma intencional e/ou acidental, teve início com o processo de colonização das Américas pelos navegantes europeus. Desde então foram registradas espécies que se adaptaram e foram incorporadas à cultura nacional e às comunidades biológicas nativas. E quatro séculos depois, há uma intensificação desse processo, com os deslocamentos de seres...
tracking img