Violência contra a mulher

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2673 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de dezembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo

Após anos de desigualdades em relação ao tratamento dado entre homens e mulheres, felizmente com a criação da constituição federal de 1988, onde em seus artigos deixou claro que ambos devem receber tratamento igual, o pensamento continuou o mesmo e as mulheres continuaram a ser desrespeitadas, e em função de sua fragilidade continuou a ser tratada como objeto por seus parceiros.Teríamos, segundo Giffin (1994), enormes diferenças atribuídas à sexualidade de homens e mulheres que contribuíram para a manutenção da tradição de pensamento dualista na sociedade ocidental. Homens e mulheres passaram a ser caracterizados pela oposição: cultura/natureza, razão/emoção, sujeito/objeto, ativo/passivo, respectivamente, sendo as contradições decorrentes dessas oposições binárias ocultadaspela ideologia. A mulher, por exemplo, só ganhava o “status” de ativa ao ser colocado na posição de sedutora, tentadora de homens. Nesta perspectiva, a principal identidade atribuída à mulher é a de mãe. Ao homem é designado um “impulso biológico instintivo”, um papel sexual ativo incontrolável e natural, um ser dominador.

Palavras – chave: mulher ; violência, Lei Maria da Penha



1Introdução

Depois de anos de desigualdades em relação ao tratamento dado entre homens e mulheres, felizmente com a criação da constituição federal de 1988, onde em seus artigos deixou claro que ambos devem receber tratamento igual, o pensamento continuou o mesmo e as mulheres continuaram a ser desrespeitadas, e em função de sua fragilidade continuou a ser tratada como objeto por seus parceiros.Teríamos, segundo Giffin (1994), enormes diferenças atribuídas à sexualidade de homens e mulheres que contribuíram para a manutenção da tradição de pensamento dualista na sociedade ocidental. Homens e mulheres passaram a ser caracterizados pela oposição: cultura/natureza, razão/emoção, sujeito/objeto, ativo/passivo, respectivamente, sendo as contradições decorrentes dessas oposições binárias ocultadas pelaideologia. A mulher, por exemplo, só ganhava o “status” de ativa ao ser colocado na posição de sedutora, tentadora de homens. Nesta perspectiva, a principal identidade atribuída à mulher é a de mãe. Ao homem é designado um “impulso biológico instintivo”, um papel sexual ativo incontrolável e natural, um ser dominador.
A violência contra as mulheres é um dos fenômenos sociais mais denunciados e,que ganhou nos últimos anos muita repercussão, tudo isso devido aos problemas sobre a saúde e a vida das mulheres, várias políticas surgiram para a diminuição das estatísticas, no Brasil foi criado a lei Maria da Penha no ano de 2006, cujo principal objetivo foi criar mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher.
A violência contra a mulher, do ponto de vista histórico,também é herdeira de uma cultura com raízes em uma sociedade escravocrata, construída a partir de um modelo colonizador que aqui se instalou ( MARCONDES FILHOS,2001).

2. A violência contra a mulher: As formas de agressões contra a mulher
Segundo dados da revista época divulgada em 13 de Março de 2000, o ambiente doméstico é o local preferido para os agressores, sendo que cerca de 65% doscasos acontecem entre parentes e têm como vítimas preferenciais as meninas, mães, esposas, namoradas. As lesões corporais são as vencedoras no registro policial (26%), seguidas das ameaças (16%).
Muitas situações de violência contra as mulheres acontecem pelo simples fato de alguns homens se acharem “superiores” as suas companheiras. Pensam que têm domínio sobre as mesmas e as levam a acreditarnisso. Cometendo a agressão para se fazer valer a sua vontade.
A violência contra a mulher pode ser vista de várias formas e com diferentes graus de agressividade. Estas formas de violência não são produzidas sozinhas, mas fazem parte de uma ordem crescente de episódios, do qual a o homicídio e manifestação mais critica. Conforme a literatura tal violência mostra-se, sobretudo como evento...
tracking img