Violência contra mulher: o que é violência de gêneros? abuso sexual contra a mulher: consequências físicas e psicológicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 8 (1875 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 11 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES OBJETIVO








VIOLÊNCIA CONTRA MULHER:
O QUE É VIOLÊNCIA DE GÊNEROS?
ABUSO SEXUAL CONTRA A MULHER: CONSEQUÊNCIAS FÍSICAS E PSICOLÓGICAS







PROFESSOR ANTONIO CARLOS MONTALVÃO




ALINE OLIVEIRA DA SILVA
GESTÃO EMPRESARIAL
2012/1
1) O QUE É VIOLÊNCIA DE GÊNEROS?
A violência de gênero pode envolver parceiros íntimos, membros da família, conhecidos ouestranhos. Em 1993 a Declaração das Nações Unidas sobre a Eliminação da Violência contra as Mulheres deu a primeira definição oficial da Violência de Género:
Também, segundo o relatório da Situação da População Mundial de 2005, apresentado pela UNFPA (Fundos e Programas da Nações Unidas), “qualquer acto de violência de género que dê ou possa dar origem a danos físicos, sexuais, ou psicológicos ouque provoquem ou possa provocar sofrimento das mulheres, incluindo as ameaças desse actos, a coacção ou privação arbitrária de liberdade, quer ocorram em público ou privada.”
A violência de gênero é também conhecida como violência contra a mulher, ou doméstica e sexual. A sua incidência recai sobre a mulher e a criança do sexo feminino em quase 80% dos casos.
O fenômeno da violência, na modalidadeora estudada, pode ser explicada como uma questão cultural que se situa no incentivo da sociedade para que os homens exerçam sua força de dominação e potência contra as mulheres, sendo essas dotadas de uma virilidade sensível.
Dessa forma, as violências física, sexual e moral não ocorrem isoladamente, visto que estão sempre relacionadas à violência emocional.
Linda Gordon, apud Heleieth I. B.Saffioti, afirma que a violência não é expressão unilateral do temperamento violento, ela origina-se conjuntamente no seio familiar, ou seja, é formada por elementos que emanam do própio pensamento social.
É fato que a violência de gênero, como fenômeno social, encontra-se presente em todas as classes e “tipos” de cultura. Nesse ponto, faz-se mister destacar o conceito de cultura, assentado porEdward Tylor apud Roque de Barros, in vebis: “[...] todo complexo que inclui conhecimentos, crenças, arte, moral, leis, costumes ou qualquer outra capacidade ou hábitos adquiridos pelo homem como membro de uma sociedade.”
A história da humanidade registra poucos casos de esposas ou companheiras que praticaram violência contra seus cônjuges ou companheiros. Essa conduta é tipicamente masculina. Aviolência de gênero costuma ser uma reação daquele que se sente “possuidor” da vítima. Esse sentimento de posse, por sua vez, decorre não apenas do relacionamento sexual, mas também do fator econômico. O homem, geralmente, sustenta a mulher, o que lhe dá a sensação de tê-la comprado. Por isso, quando se vê contrariado, repelido ou traído, acha-se no direito de repreendê-la com violência.
Aviolência de gênero pode ser observada como uma problemática que, necessariamente, abrange questões ligadas à igualdade entre sexos. É, pois, um tema com elevado grau de complexidade, tendo em vista que é fortemente marcada por uma elevada carga ideológica.
Como é inevitável quando se trata da abordagem do ser humano refletir a respeito do indivíduo, da família, do sexo, do gênero, da isonomia, éindagação ontológica e histórica, tarefa que se impõe, sobretudo, em tempos de transformação da sociedade e de crise de valores.








2) ABUSO SEXUAL CONTRA A MULHER: CONSEQUÊNCIAS FÍSICAS E PSICOLÓGICAS
A violência e abuso sexual pode ter conseqüências danosas duradouras para a vítima, família e comunidade. A lista a seguir descreve algumas das conseqüências da violência e abuso sexual.Conseqüências físicas da violência e abuso sexual:
* Dor pélvica crônica.
* Síndrome pré-menstrual.
* Transtornos gastrointestinais.
* Complicações ginecológicas e na gravidez.
* Dor de cabeça freqüente.
* Dor nas costas.
* Dor na face.
* Incapacitações que impedem o trabalho.
* Mais de 32.000 gravidezes resultam de estupro todos os anos (Holmes et al., 1996)

Conseqüências...
tracking img