Vinculos afetivos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (363 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Vinculos afetivos
Autor: marcio sansevero dos santos
Após anos de trabalho nas UBS da minha cidade e experiência em consultório na área clinica , pude observar no discurso dos sujeitos que grandeparte das patologias está ligada à perda dos vínculos afetivos.
As funções maternais (acolhimento, cuidado e segurança), e paternais (lei, regras, ordem e limites), são responsáveis pelos vínculosafetivos dos seres humanos, mas a falta das mesmas poderá ou não levar o sujeito à delinqüência e outros comportamentos não normais, como uso de drogas, agressividade, alcoolismo, libertinagem e outros.Rodrigues (1999) afirma que, a revolução sexual provocou uma série de mudanças na sociedade, tais como: inserção da mulher no mercado de trabalho, liberdade sexual com a disseminação da pílulaanticoncepcional, androginização da cultura e conquista do divórcio, o que repercutiu nos relacionamentos íntimos, caracterizando novos modelos familiares, algo que podemos atribuir a grande abertura parao crescimento das patologias que até então já existiam. E dizer que esta falta de vínculos nos leva ao não Amor, justificando os abandonos e maus tratos e cuidados com as crianças e adolescentes donosso país.
No séc.XVIII, houve a exaltação do amor materno por filósofos, médicos e políticos que concorreu para ampliação da mãe e da criança na sociedade e no séc. XIX, com a revoluçãoindustrial, os homens deslocavam-se para as fábricas, cabendo à mulher a dedicação a família. Assim, surgia a família burguesa com ideologia dos amores maternos e romântico,segundo Lins (2000).
Assim, no séc.XIX, a mãe passou a ser a principal responsável pelos filhos, na transmissão de conhecimentos e instrução religiosa durante os primeiros 7 anos da criança, afirma Maldonado (1998).
Segundo a mesma omais importante nesta análise histórica é o aspecto de que o vinculo com o filho não se desenvolve a partir de um instinto materno e nem mesmo depende da biologia, dos laços de sangue. O convívio e...
tracking img