Vigilancia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1025 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
VIGILÂNCIA À SAÚDE E MEIO AMBIENTE
EMENTA DO CURSO:
Vigilância Sanitária. Origem, conservação e preservação dos alimentos. Normas de controle de qualidade e higiene dos alimentos. Zoonoses. Práticas de intervenção. Meio ambiente e a saúde da população: destino do lixo, qualidade da água. Preservação do ecossistema e suas relações com o equilíbrio pessoal e a saúde. Ecologia e saúde. Saneamentobásico e ambiental na saúde. Saúde e cidadania.
OBJETIVO GERAL:
Refletir sobre o processo saúde-doença das pessoas e da coletividade, seu estilo de vida e sua inter-relação com o meio ambiente e sociedade.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
* Descrever os conceitos e fundamentos relativos a pratica sanitária.
* Descrever as determinações legais da vigilância sanitária.
* Descrever asnormas e controle relativas a preservação dos alimentos.
* Descrever as doenças transmitidas por alimentos.
* Descrever as ações de saúde ambiental ressaltando o saneamento básico, a poluição e o impacto a saúde.
* Refletir sobre a contribuição dos movimentos ecológicos para a saúde.
* Refletir sobre a importância da preservação dos ecossistemas.
* Descrever as principais zoonosesem relação as suas complicações, tratamento e medidas de prevenção.
* Conceito, objetivo, metas e abrangência da Vigilância à Saúde;
* Inserção da Vigilância Sanitária na Vigilância à Saúde e no SUS;
* Determinações legais da Vigilância Sanitária;
* Risco sanitário;
* Complexidade das ações de VISA;
* Inspeção em estabelecimentos de saúde;
* Doenças transmitidas poralimentos.
* VIGILÂNCIA À SAÚDE OU VIGILÂNCIA DA SAÚDE
* A expressão Vigilância à Saúde remete, inicialmente, à palavra vigiar. Sua origem – do latim vigilare – significa, de acordo com o Dicionário Aurélio, observar atentamente, estar atento a, atentar em, estar de sentinela, procurar, campear, cuidar, precaver-se, acautelar-se. Saúde é o resultado do equilíbrio dinâmico entre o indivíduo eo seu ambiente
* Aspectos históricos
A “vigilância” está historicamente relacionada aos conceitos de saúde e de doença presentes em cada lugar e época
Aspectos históricos
Meados do século XIX: doenças infecciosas. Vacinação como medida
O conceito de ‘vigilância’ é definido pela limitada função de observar contatos de pacientes atingidos pelas denominadas ‘doençaspestilentas’.Isolamento e quarentena
Aspectos históricos
A partir da década de 1950, o conceito de ‘vigilância’ é modificado, deixando de ser aplicado no sentido da ‘observação sistemática de contatos de doentes’, para ter significado mais amplo, o de ‘acompanhamento sistemático de eventos adversos à saúde na comunidade’. Vigilância dos doentes X Vigilância das doenças.
Aspectos históricos
Na década de 1960,conceituou-se “vigilância em saúde” como a “observação contínua da distribuição e tendências da incidência de doenças mediante a coleta sistemática, consolidação e avaliação de informes de morbidade e mortalidade.
(Epidemiologia)
Aspectos históricos
Um dos principais fatores que propiciaram a disseminação da ‘vigilância’ como instrumento em todo o mundo foi a ‘campanha de erradicação da varíola’,nas décadas de 1960 e 1970.
Aspectos históricos/Amparo legal
* Constituição Federal – 1988
* Lei Orgânica do SUS – 1990
* Código de Saúde de Minas Gerais - 1999
O debate atual
As discussões que se intensificaram a partir da década de 1990 em torno da reorganização do sistema de ‘vigilância da saúde’, continham pelo menos três elementos que deveriam estar integrados:
1) avigilância de efeitos sobre a saúde, como agravos e doenças, tarefa tradicionalmente realizada pela ‘Vigilância Epidemiológica’;
2) a vigilância de perigos, como agentes químicos, físicos e biológicos que possam ocasionar doenças e agravos, tarefa tradicionalmente realizada pela ‘Vigilância Sanitária’;
3) a vigilância de exposições, através do monitoramento da exposição de indivíduos ou grupos...
tracking img